UCID assina protocolo com ETPCV para formação de jovens militantes e funcionários com custos reduzidos a 50%

Cidade da Praia, 11 Jan (Inforpress) – A União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID) assinou hoje um protocolo com a Escola Técnica e Profissional de Cabo Verde (ETPCV) para a formação de jovens militantes e funcionários do partido com custos reduzidos a 50%.

O presidente da UCID, João Santos Luís, explicou que o seu partido, preocupado com o desenvolvimento do país e fundamentalmente com o futuro dos jovens, quer continuar a dar a sua colaboração, agora ao mais alto nível, apostando numa primeira fase na qualificação inicial dos seus jovens permitindo-lhes o ingresso no mercado de trabalho, com competência exigida e de forma tranquila.

“A aposta na qualificação e reconversão profissional de jovens em risco de desemprego também nos preocupa e por isso será evidente a nossa acção neste quesito”, disse, adiantando que nesta primeira fase essa parceria, consubstanciada na redução de 50% da propina vai abranger apenas os jovens funcionários do partido na ilha de Santiago.

A intenção, indicou, é numa fase posterior expandir essa acção em termos de formação profissional a todos os jovens da cidade da Praia e da ilha de Santiago que mostrarem interesse em se qualificarem, adquirindo conhecimentos e competências para uma inserção com sucesso no mercado de trabalho.

“Entendemos que para alcançarmos os objectivos de fase posterior de nos engajar muito mais, temos de convencer todos os amigos e parceiros do partido no país e no estrangeiro com vista a conseguirmos os equipamentos e recursos necessários que permitirão o financiamento e a sustentabilidade das formações”, disse.

O propósito do alargamento é de beneficiar, sobretudo, os grupos de famílias mais vulneráveis economicamente que não possuem recursos para custear as propinas de formação profissional.

João Santos Luís nega que esta é uma estratégia do partido para angariar militantes e mais votos nas eleições, adiantando que a situação dos jovens desde sempre preocupou a UCID e que o objectivo é tão somente dar a possibilidade aos jovens de terem efectivamente conhecimentos e competências para sua inserção no mercado de trabalho e terem melhores salários.

“Entendemos que não é uma forma de angariar votos e nem mais militantes. É uma preocupação que a UCID tem vindo a intervir desde há muito tempo e que neste momento achamos oportuno, com esta parceria, dar aos jovens da UCID e da capital do país esta oportunidade”, sustentou.

A ETPCV coloca à disposição dos jovens paraenses um conjunto de formação profissional nas áreas de electricidade, electrónica e automação, contabilidade e gestão, gestão de pequenos negócios, apoio à direcção, bancas e seguros, atendimentos, fiscalidade entre outros.

Na primeira fase a UCID perspectiva beneficiar mais de uma centena de jovens da cidade da Praia.

MJB/ZS

Inforpress/fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos