Tarrafal: Sacerdote recorda Santo Amaro Abade como “grande discípulo de Jesus”

Tarrafal, 15 Jan (Inforpress) – A celebração eucarística em honra ao santo padroeiro do Tarrafal, Santo Amaro Abade, comemorado hoje, foi presidida pelo padre Carlos Varela, que o evocou como “grande discípulo” de Jesus e pediu aos fiéis para seguirem o seu exemplo.

Em declarações à imprensa momentos antes da missa celebrada com presença de sacerdotes de outras paróquias da Diocese de Santiago, o padre diocesano disse que Santo Amaro Abade foi um “grande discípulo de Jesus, que procurou durante toda a sua vida imitá-lo e os seus ensinamentos e propô-los aos irmãos”.

Nesse sentido, notou que esta “atitude do discipulado, que marca a nossa existência e relação com nosso próximo” é a primeira e grande lição que todos os cristãos e baptizados podem tirar de Santo Amaro.

“Vou deixar uma mensagem de seguimento, de deixar ser encontrado por Jesus e de fazer da nossa vida uma missão”, adiantou o padre Carlos Varela.

Já os devotos do santo, sobretudo emigrantes, pediram-lhe saúde, paz e chuva, deixando o compromisso de voltar para pagar e renovar as promessas.

Após a missa os munícipes e festeiros dirigiram-se às suas casas e dos conhecidos, respectivamente, para o tradicional almoço.

A missa campal teve como palco o largo Santo Amaro e foi antecedida por uma procissão que percorreu as principais artérias da cidade do Tarrafal, durante a qual o orago local foi acompanhado por todos os santos das capelanias que fazem parte da Paróquia de Santo Amaro Abade e, à semelhança dos outros anos, foi muito concorrida.

Aliás, por causa da “enchente” na missa e nas festividades em geral, e também por ser domingo “provocou um caos no trânsito”, e a estrada que liga Tarrafal a Calheta foi a solução para muitos condutores com destino à Assomada/Praia e outros municípios do interior de Santiago.

Além do “caos no trânsito” e atrasos no arranque dos dois dias do festival “Nhu Santo Amaro 2023” promovido pela Câmara Municipal do Tarrafal, em parceria com empresas e instituições, e orçado em 12 mil contos, segundo apurou a Inforpress junto da Polícia Nacional (PN) e autarquia local, tudo decorreu “dentro da normalidade” e não teve nada de realce.

Numa carta enviada ao presidente da Câmara Municipal do Tarrafal, José dos Reis, o Presidente da República, José Maria Neves, felicitou o edil e os tarrafalenses pelo dia do santo padroeiro, Santo Amaro Abade, encorajando-o e a população a continuar na senda do desenvolvimento.

O cenário, reflecte o Chefe de Estado, “é bastante animador, face aos avanços registados e a perspectiva também é muito positiva no sentido de se alcançar outros desideratos”.

Por outro lado, o mais alto magistrado da Nação salientou como factores de desenvolvimento daquele município, o “enorme potencial a nível do turismo, tanto balnear, como o ecoturismo, turismo cultural e todas as condições para dar um salto no seu desenvolvimento.

E acrescentou: “é fundamental conseguir, através do turismo, alavancar outros sectores chaves como a agricultura, as pescas, a cultura e o empreendedorismo, para atrair investidores, transformando-se num concelho ainda mais dinâmico e competitivo”.

Entretanto, para que Tarrafal possa cumprir as suas aspirações, acrescentou José Maria Neves, “torna-se indispensável a criação de condições para atrair investidores, mobilizar recursos através de cooperações e parcerias para um município que, para além da aposta no turismo, pretende ser celeiro de produção agropecuária a nível da região Santiago Norte”, conclui José Maria Neves, elogiando a coragem e determinação dos tarrafalenses para ultrapassar “todas as dificuldades presentes”.

FM/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos