Tarrafal: “2023 será o ano de grandes intervenções no domínio social” – presidente da câmara

Tarrafal, 14 Jan (Inforpress) – O presidente da Câmara Municipal do Tarrafal, José dos Reis, anunciou hoje que a edilidade elegeu 2023 como sendo o ano de “grandes intervenções” no domínio social, com foco na habitação familiar condigna.

O autarca tarrafalense fez esta afirmação durante a sessão solene da Assembleia Municipal, no âmbito do dia do santo padroeiro, Santo Amaro Abade.

“O processo de infra-estruturação municipal, de urbanização, de requalificação urbana, paisagista e ambiental, criação de acessos e acessibilidades continua sendo uma das grandes prioridades do município. A nossa meta é alcançar o nível que se ajuste às nossas necessidades. A conjuntura em que estamos inseridos requer uma boa rede de equipamento socais, elevados padrões de segurança social e sanitária, de forma a nos orgulhar e servir com dignidade”, declarou

Aliás, notou que o caminho para este sucesso já está descoberto e para tal propôs que se continue a desenhar políticas públicas de empoderamento das famílias, empreender programas participados com vista a dar resposta aos sonhos de habitação familiar condigna, à geração de rendimento e à protecção social.

É neste contexto que anunciou que o município que dirige elegeu 2023 como sendo o ano de “grandes intervenções” no domínio social, explicando que do diagnóstico feito pela edilidade sobre a realidade socioeconómica evidencia claramente uma enorme carência das populações em várias esferas da condição humana.

No entanto, acrescentou que é no domínio da habitação que reside a “maior preocupação”, notando que urge encontrar respostas eficientes às necessidades primárias e prementes das populações das distintas localidades do município.

De entre as prioridades para este ano, que ora principia, apontou também o sector produtivo, o turismo, a cooperação descentralizada, juventude, agricultura, pesca, criação de gado, agro-negócio, cultura e desporto.

“É compromisso nosso trabalhar em articulação com os parceiros para transformarmos Tarrafal num município ambientalmente sustentável e recomendável, e fazer do Tarrafal um município moderno, aberto ao mundo, inclusivo, atractivo, competitivo e com qualidade de vida e oportunidade para todos”, comprometeu-se José dos Reis.

Por sua vez, o vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia, que presidiu ao acto, em representação do Governo, começou por saudar “o bom e carinhoso povo” do Tarrafal, residente e na Diáspora, pelo dia do seu santo padroeiro, Santo Amaro Abade.

Prometeu “fazer de tudo” enquanto governante para promover o desenvolvimento inclusivo desse município santiaguense e para que todas as pessoas possam viver com dignidade.

Na ocasião, reiterou que o Governo vai continuar a trabalhar em parceria com a Câmara Municipal do Tarrafal, com foco nas pessoas, na requalificação turística, reabilitação das praias e espaços urbanos, nas acessibilidades, e na ligação Tarrafal/Calheta.

Relativamente à estrada que liga Tarrafal/Calheta/Praia anunciou que o Governo vai lançar um estudo económico, financeiro e técnicos para o efeito.

Por seu lado, os eleitos municipais Adelino Silva, do Movimento Independente Tarrafal (MIT), Ronaldo Cardoso, do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV, partido que gere a câmara), e Manuel Landim, do Movimento para a Democracia (MpD, oposição) são de opinião que o município conheceu “ganhos” nos últimos tempos, mas admitem que ainda há desafios por vencer.

Entretanto, reconheceram que ainda há necessidade de se desenvolver as suas potencialidades, mormente a pesca, a pecuária, a agricultura e o turismo.

FM/JMV
Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos