• Save

São Vicente: Veleiro brasileiro “Cisne Branco” visita porto do Mindelo e traz oferta de livros

Mindelo, 13 Set (Inforpress) – O veleiro da Marinha Brasileira “Cisne Branco” visita o Porto Grande do Mindelo neste sábado e traz acervo de livros doados pela Academia Brasileira de Letras à Universidade de Cabo Verde e à Biblioteca Nacional.

A chegada a São Vicente, que se enquadra na comissão (viagem) Europa-2019, está prevista para as 8:00 deste sábado (14) e deverá proporcionar, conforme nota da Embaixada do Brasil em Cabo Verde, “belas imagens” devido ao porte do navio veleiro.

No mesmo dia está prevista uma recepção, pelas 19:00, onde vai ser realizada a entrega, pelo Embaixador do Brasil em Cabo Verde, de um acervo de livros doados pela Academia Brasileira de Letras à Uni-CV e a Biblioteca Nacional.

Um evento em que, segundo a mesma fonte, estarão presentes autoridades cabo-verdianas e estrangeiras.

Consta ainda do programa da estada do navio um período de visitação pública, neste domingo (15), das 13:00 à 18:00, a fim de que a população mindelense possa “travar contacto com os militares da Marinha Brasileira e com esse meio naval brasileiro ímpar”.

Cisne Branco permanecerá atracado no Porto Grande até o dia 18 de setembro, quando iniciará seu regresso ao Brasil, encerrando a realização da Comissão “EUROPA 2019”, onde, conforme a embaixada brasileira, “bem representou o país em regatas e festivais náuticos”.

Mindelo será o último porto estrangeiro do navio durante a citada viagem, cujo objetivo é” fortalecer os laços de amizade” do Brasil com os 14 países visitados.

O “Cisne Branco” foi construído com o propósito, segundo a mesma fonte, de “representar a Marinha do Brasil em grandes eventos náuticos, tanto nacionais quanto internacionais, fomentar a mentalidade marítima, cultivar as tradições navais e contribuir para a formação marinheira do pessoal de bordo”.

Labora a velas com cerca de 18 km de cabos, manobrados manualmente em trabalho de equipa de “elevado conteúdo profissional”, que preserva as “antigas tradições dos heroicos e históricos veleiros”.

LN/JMV

Inforpress/Fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap