São Vicente: Escola de natação espera ver modalidade incluída nos currículos escolares

Mindelo, 23 Jun (Inforpress) – A Escola de Natação e Salvamento Aquático Nhô Fula (Enaf), no Mindelo, deseja que a natação seja uma das modalidades desportivas a constar dos currículos escolares de Cabo Verde, sublinhou o responsável Silas Leite.

Conforme a mesma fonte adiantou à Inforpress, a escola, que tem mais de 20 anos de existência, que dar um “pequeno contributo” para que as entidades “tomem consciência da realidade” do País e possam reflectir na possibilidade de colocar a natação nos currículos escolares.

“Queremos despertar o sistema para a realidade arquipelágica que temos, mostrar que saber nadar diz respeito a todos e que não continuemos a viver de costas para o mar”, sublinhou Silas Leite, referindo-se a várias mortes de pescadores, banhistas e até de marinheiros registados ao longo dos anos.

E como forma de “aculturar” as pessoas para o meio aquático, a Enaf pretende, a partir do mês de Julho, colocar em prática o projecto “Actividades formativas, desportivas e cívicas no desenvolvimento da natação organizada”, que terá como protagonistas alunos das escolas do ensino básico.

A ideia, di-lo Silas Leite, é aproveitar as férias escolares e formar em natação 200 alunos, 100 de São Vicente, 100 da Cidade da Praia, para tentar expandir a modalidade nas escolas.

“Este projecto terá muitos benefícios, porque além de ensinar natação, permitirá manter ocupadas as crianças, que ficam com muito tempo livre nas férias”, esclareceu o mentor da Enaf, apontando ainda mais um cariz social do projecto que é de abranger escolas das periferias e “sem qualquer custo” para os alunos.

No caso de São Vicente, o programa contempla crianças dos 08 aos 15 anos das escolas de Bela Vista, Chã de Cemitério, Ribeira de Craquinha, Monte Sossego e Pedra Rolada, nas quais deverão ver escolhidos 20 alunos cada, além de alguns suplentes, que vão frequentar as aulas na praia da Laginha.

Na Cidade da Praia, explicou Silas Leite, o projecto está a ser implementado em parceria com a Vitória Futebol Clube, que deverá fazer a triagem dos beneficiados.

Ainda como forma de esclarecer os pais e encarregados de educação e os ter como parceiros no projecto, a Enaf realiza na tarde de hoje, no Mindelo, um encontro na Escola de Chã de Cemitério.

Silas Leite admitiu que ainda estão à procura de parceiros e de financiadores para conseguir tal objectivo, mas, esperam conseguir estabelecer protocolos com empresas privadas e também com os ministérios da Educação e, ainda, da Família e Inclusão Social.

LN/HF

Inforpress/Fim

 

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos