São Vicente: EMar quer sector privado como parceiro para ajudar na formação dos alunos – responsável

Mindelo, 23 Jun (Inforpress) – O presidente do conselho de administração da Escola do Mar (EMar) assegurou que a instituição almeja ter o sector privado como parceiro e, daí, a razão do protocolo rubricado hoje, no Mindelo, com a Conchave.

Ivan Bettencourt, que falava à imprensa na sequência da assinatura do protocolo, afiançou que a parceria efectivada com a empresa marítima ligada à petrolífera Vivo Energy, vai ser uma mais-valia, uma vez que abre porta aos formandos da EMar para estágio curricular, numa empresa “com nome, com qualidade e que pode oferecer mais experiência de vida marítima”.

Ademais, segundo a mesma fonte, a cooperação está dentro dos objectivos da escola, que por ser uma entidade pública-empresarial, almeja estar junto dos privados, que devem mostrar o caminho.

“A intenção não é formar apenas por formar, mas para a empregabilidade. Isto é uma das nossas metas”, reiterou Ivan Bettencourt.

A Conchave também vai ser um dos parceiros da EMar na concretização dos cursos a distância ‘e-learning’, que estão a ser preparados e certificados pela Organização Marítima Internacional (IMO- siga em inglês) e pela a convenção marítima internacional STCW.

Do lado da Conchave, o director-geral, José Figueiredo, considerou que o protocolo permitirá a continuidade de capacitação e competência dos marítimos da empresa e ao mesmo tempo possibilitar aos novos formandos experiência prática nos navios petroleiros que detém.

A mesma fonte acredita que a partir da parceria podem dar uma “humilde contribuição” ao desenvolvimento da indústria marítima de Cabo Verde e fazer com que “todos estejam mais pertos dos standards internacionais”.

O protocolo entre as duas instituições tem a duração de dois anos, renovável.

O presidente da Emar, Ivan Bettencourt, adiantou que até o final do ano pretendem efectivar mais 16 parcerias com empresas privadas, de um total de 20 protocolos de cooperação previstos com o sector privado e também entidades públicas.

O acto de assinatura foi presenciado pelo ministro do Mar, Abraão Vicente.

LN/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos