São Vicente: Algumas padarias começaram a aumentar preço de pão para 28 escudos, outras mantém tabela inicial

Mindelo,16 Jan (Inforpress) – Algumas padarias, em São Vicente, começaram a aumentar o preço do pão carcaça de 18 para 28 escudos e outras mantiveram os preços à espera de um “posicionamento final do Governo sobre a não subsidiação do trigo”.

Esta informação foi constatada pela Inforpress, que fez uma ronda por algumas padarias da ilha de São Vicente, das quais a padaria Pãozinha Quente, em Monte Sossego, cuja tabela foi praticamente actualizada com o pão carcaça, uma das mais consumidas, a ser vendida por 28 escudos.

No entanto, nas padarias Jolu, Vitória, Alecrim, Fábrica Sport, no Palácio do Pão e na Pastelaria Morabeza o pão carcaça continua a ser vendido a 18 escudos.

Segundo explicaram à Inforpress, por enquanto, não vão aumentar porque a subida de preço do pão carece de uma concertação prévia entre as empresas de panificação e de uma posição definitiva do Governo para clarificar se vai ou não continuar a subsidiar o trigo, a principal matéria prima dessa indústria panificadora.

Entretanto, hoje o Governo, através do ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, admitiu que é “deveras preocupante” a situação do aumento do preço do trigo, mas avançou que há um parecer do Secretariado Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional que não recomenda a continuidade, tendo em conta o prolongamento da situação internacional e dos custos.

“Só para, por exemplo, mais três meses desta compensação o Governo estaria a gastar mais 56 mil contos, são recursos muito avultados”, sublinhou, afirmando que entende aquele secretariado nacional que se deve neste sentido reforçar as outras medidas “bastante eficazes”.

Reconheceu que o preço do trigo se mantém elevado, mas assegurou que a tendência é para a sua diminuição no mercado internacional, tendo reforçado que estas medidas de compensação de acordo com a lei cabo-verdiana não podem perdurar no tempo porque constituem também uma perturbação ao funcionamento do mercado.

CD/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos