São Vicente: 34 artistas e produtores do Senegal participam da residência “Taaru Rap Camp”

Mindelo, 05 Jan (Inforpress) – Trinta e quatro artistas e produtores do rap do Senegal iniciam, esta quinta-feira, a residência artística “Taaru Rap Camp”, com duração de cinco dias, no Mindelo, desenvolvida pela Social Nation África e Mansa Musik Group.

Esta informação foi avançada à Imprensa por um dos promotores da iniciativa, Samba Bathily, que é investidor e proprietário do Mansa Floating Hub, que explicou que a ideia de realizar esta residência artística na cidade do Mindelo surgiu de uma discussão com alguns artistas que partilham da mesma ideia de que só é possível o avance no continente africano com a união de todos.

“Se quisermos que o continente africano avance é preciso antes de mais nada união. E isto deve acontecer a todos os níveis, ou seja, da arte, dos negócios e da política. Não podemos construir nada sólido sem estarmos unidos”, defendeu.

Segundo a mesma fonte, a ideia é “trazer a África e a diáspora”, para Mindelo, para “criar, discutir, partilhar a criatividade e trabalharem juntos e com os artistas cabo-verdianos”.

Por sua vez, o ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, considerou que a residência será uma “experiência extraordinária e uma oportunidade estratégica de Cabo Verde se projectar no mundo, através de um gênero musical contemporâneo, moderno e que toca a juventude”.

“Abre as portas da música internacional deste país como um território onde se produz música de qualidade. Mostra-nos que aqui não se produz música apenas cabo-verdiana, mas música com label cabo-verdiano. Música africana de qualidade do Mansa Group para o mundo”, destacou o ministro, para quem ter a presença de “superestrelas do rap do Senegal” no Mindelo é um sinal da abertura de Cabo Verde para o mundo, da proximidade das ilhas com o continente africano e uma oportunidade para negócios, aprendizagem para o sector de produção musical e uma afirmação da presença do grupo Mansa no País.

Entre os artistas que vão participar na residência destacam-se o nome o cantor e compositor nigeriano Tekno, que trabalhara com Djodje e Jossilyn, os cantores Duggy Tee e Mohombi Nzasi Moupondo, este reside em São Vicente e é director do Mansa Music Group.

CD/JMV
Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos