São Nicolau: Ano letivo arranca sem sobressaltos e com 1.500 alunos na Ribeira Brava

Ribeira Brava, 19 Set (Inforpress) – O ano lectivo 2022/2023 arrancou hoje no município da Ribeira Brava, São Nicolau, na “normalidade”, segundo os responsáveis dos estabelecimentos de ensino.

Numa ronda feita hoje pela Inforpress, a algumas escolas no município, pôde-se constatar o normal funcionamento das escolas neste primeiro dia de aulas.

No agrupamento 02, da Ribeira Brava, com sede em Fajã, o diretor Januário Gomes garantiu que o ano lectivo arrancou “normalmente”, em todas as quatro escolas (Escola da Faja, Lombo Pelado, Cachaço e Estância de Brás).

“Todas as condições para um arranque normal do novo ano foram criadas, daí o início das aulas sem sobressaltos”, salientou, acrescentando que no agrupamento estão inscritos 332 alunos, do 1.º ao 8.º ano de escolaridade.

Neste agrupamento, segundo o mesmo, apenas as escolas de Covoada e Queimadas não estão a funcionar por falta de alunos.

Na Escola Secundária Baltazar Lopes da Silva, pertencente ao agrupamento 01, segundo a diretora, Fernanda Gomes, o ano arrancou sem sobressaltos, com 650 alunos e com o quadro docente “completo”.

A grande novidade, segundo a mesma fonte, prende-se com a mudança de turno em alguns anos de escolaridade.

“O 7º, 8º e 12º anos passam a funcionar no período da manhã e no período da tarde, o 9º, 10º e 11º anos”, afirmou, sublinhando que a mudança visa acompanhar as diretrizes nacionais do Ministério da Educação, mas também como estratégia para corrigir o mau comportamento dos alunos.

Fernanda Gomes, realça ainda, que foram realizadas algumas obras de manutenção nas salas de aula para garantir o melhor funcionamento do estabelecimento de ensino.

Na escola básica de Juncalinho, que também abrange alunos das localidades de Morro Brás e Belém, o ano letivo arrancou na “normalmente”, com 74 alunos do 1º ao 6º anos.

Segundo o gestor, João César, o único problema prende-se com a diminuição de alunos que se vem verificando ano após ano.

“Temos uma turma composta do primeiro e segundo anos, mas quanto às outras classes o sistema está a funcionar normalmente”, garantiu.

João César garantiu ainda que a nível do transporte escolar e da cantina tudo está a funcionar “perfeitamente”.

No município da Ribeira Brava, segundo o Ministério da Educação estão inscritos 1.500 alunos, sendo 1.000 no Ensino Básico Obrigatório e 500 do 9º ao 12º ano, orientados por um efetivo de 113 professores.

WM/HF

Inforpress/Fim

 

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos