São Miguel: Centenas de pessoas participam de rastreio de cancros

Calheta, 14 Jul (Inforpress) – O delegado substituto da Delegacia de Saúde de São Miguel, interior de Santiago, disse que cerca de 40 homens e 198 mulheres participaram sábado no rastreio de cancros de próstata, colo uterino e mama, ultrapassando as expectativas.

Pedro Monteiro deu essa informação à Inforpress, à margem da palestra e rastreio de cancros do colo uterino, mama e próstata, dirigidos às mulheres com idade entre 30 e 60 anos e aos homens com idade de 45 aos 75 anos.  Uma iniciativa da Associação Cabo-verdiana de luta contra o cancro em parceria com a delegacia de saúde local.

‟Tivemos uma participação muito positiva das pessoas de todas as localidades do município, ultrapassando o número previsto” afirmou.

Este responsável manifestou satisfação por conseguirem alcançar a meta prevista de 40 homens a fazerem rastreios de cancro de próstata, visto que, segundo ele, existe ainda ‟pouca” abertura dos homens a esse exame.

Segundo o delegado, devido ao grande número de participação nas palestras, cerca de 58 mulheres ficaram agendadas para dar continuidade ao rastreio de colo uterino posteriormente, no Centro de Saúde.

A mesma fonte afirmou que os objectivos das actividades foram alcançadas, referindo que o foco da Associação era conseguir maior número de pessoas que nunca fizeram consultas, pessoas carentes sem meios para tal.

‟Sabemos que a lista de espera para fazer esses tipos de exames é longa, e essa é uma oportunidade que tivemos de chegar a essas pessoas, esses rastreios foram com foco nessas pessoas” salientou.

VC/ZS

Inforpress/Fim

Scroll to Top