São Miguel: Câmara vai investir mais de 100 mil contos no desporto em 2023

Calheta, São Miguel, 05 Jan (Inforpress) – A autarquia micaelense vai investir durante ano de 2023 mais de 100 mil contos na criação de infra-estruturas desportivas, com destaque para construção de dois campos relvados e reabilitação do Estádio Municipal de Veneza.

A garantia foi dada hoje pelo presidente da Câmara Municipal de São Miguel, Herménio Fernandes, durante a sua intervenção no acto da apresentação dos projectos desportivos para 2023, que disse acreditar que “dentro de 10 meses ou no máximo um ano, São Miguel vai passar a ter infra-estruturas desportivas importantes”.

Conforme informou, a construção e a reabilitação dessas infra-estruturas desportivas vão ser feitas no âmbito do crédito bonificado pelo Governo de Cabo Verde concedido aos municípios, inscrito no Orçamento de Estado para o ano económico de 2023, cujo município que dirige vai concorrer a um crédito no valor de 130 mil contos.

Este montante vai ser destinado para a construção e arrelvamento dos campos de Manguinho e Achada Bolanha, reabilitação do Estádio Municipal de Veneza, construção do comando dos bombeiros municipais e estaleiro municipal.
Conforme a autarquia, o campo de Manguinho vai ter dimensão padrão para receber jogos oficiais, com relva sintética, bancadas, balneários e uma pista de atletismo, e o de Achada Bolanha vai ser um campo de futebol de sete, com relva sintética, vedação e balneários.

Relativamente ao estádio municipal, a mesma fonte avançou que as intervenções vão passar pela substituição da relva, melhorias nas bancadas, balneários, vedação e protecção, criação de área VIP, espaço para a comunicação social e acessos de viaturas.

“Com a apresentação destes projectos desportivos estamos a marcar uma caminhada importante para melhorarmos as condições da prática do desporto, sobretudo do futebol e atletismo aqui em São Miguel”, declarou Herménio Fernandes.

O chefe do executivo municipal, que reconheceu as potencialidades do município no domínio do desporto nas mais diversas modalidades, disse acreditar que tais projectos desportivos vão “mudar completamente” o panorama desportivo, particularmente no futebol e atletismo nesse município santiaguense.

“Estes investimentos vão responder as expectativas, os anseios e as reivindicações dos desportistas do município e para dar corpo à nossa visão, os compromissos eleitorais e de governação do município para o sector do desporto”, observou, lembrando que o município que dirige elegeu 2023 como o ano de investimentos estruturantes para o desporto.

“Tudo isso está a acontecer agora, porque a governação é feita de opções e nós tivemos desde 2016 uma opção de infra-estruturar o município desde as questões de acessibilidade, da água, electricidade, urbanização do município, investimentos na educação, na saúde, e agora é a vez do desporto”, reforçou.

Na ocasião, Herménio Fernandes adiantou que os concursos para a materialização dos referidos projectos vão ser lançados na próxima semana, mormente os para aquisição e implementação de relvas, para preparação de pisos e vedação, e para aquisição de materiais para pista do atletismo no campo de Manguinho.

Paralelamente à apresentação dos projectos desportivos para 2023, que teve lugar no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a Câmara Municipal de São Miguel fez a entrega dos subsídios aos seis clubes oficias e à Associação Regional de Futebol de Santiago Norte (ARFSN) para a presente época desportiva.

FM/JMV
Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos