• Save

Sal: Jovens expectantes quanto à “festa e dinâmica” que os Jogos Africanos de Praia vão proporcionar na ilha

Espargos, 05 Jun. (Inforpress) – Os jovens na ilha do Sal dizem-se expectantes quanto à “festa e dinâmica” que os Jogos Africanos de Praia vão proporcionar durante os dez dias do evento desportivo, que acontece de 14 a 23 deste mês.

O evento desta magnitude, que pela primeira vez tem lugar na ilha do Sal, leva a camada jovem a conjecturar-se, sobre as modalidades de praia em competição, as figuras do desporto mundialmente consagradas que vão desfilar no arraial de Santa Maria, nomeadamente o craque de futebol, Ronaldinho Gaúcho, entre outros entusiasmos.

Mas, mais do que isso tudo, segundo frisa Leo Silva, um dos jovens em conversa à Inforpress, a propósito, é que a ilha do Sal vai ganhar muita notoriedade.

“A projecção da ilha do Sal vai ser imensa, a nível mundial, não só a ilha, mas Cabo Verde, em geral. Cabo Verde vai ter a sua selecção em várias modalidades, a nossa experiência a nível de competição nos jogos de praia ainda não é tão notória, mas é bom participar”, manifestou.

Também para Kátia Correia, que se diz amante de todas as modalidades do desporto, a realização dos Jogos Africanos de Praia – Sal 2019, é uma “grande oportunidade”, especialmente para a ilha que vai acolher os jogos, mas para o país que põe em análise a sua capacidade organizativa, recepção e acolhimento.

“Mas, sobretudo na vertente desportiva, de promoção, vai ser um palco privilegiado onde nós temos vários países da região, várias modalidades… e é uma oportunidade para os nossos dirigentes, praticantes poderem ter contactos, tirar experiências que possam apoiar no desenvolvimento das modalidades em Cabo Verde”, considerou.

Por outro lado, atendendo que temos muita praia em Cabo Verde, e alguns desportos de praia embora incipientes, Soraida de Pina, acredita que a realização deste evento no país, poderá ser um espaço de motivação para se desenvolver essas actividades.

“É sempre bom receber competições dessa dimensão. Será uma grande promoção que irá trazer vantagens a curto prazo para o país. Temos que saber beber das várias dimensões destes jogos que irão acontecer na ilha, a nível desportivo, organização, mas também tirar proveito enquanto destino turístico”, apontou.

Esperando uma grande movimentação nestes dias, uns e outros fazem o apelo no sentido de todos se aderirem em massa ao evento que, conforme dizem, vai permitir muito convívio, festa e troca de experiência, com gentes de outras paragens do globo.

“Vai ser uma festa, espaço de partilha, diversão, também de conhecimento… é uma grande oportunidade de criarmos laços que poderão vir traduzir-se noutras parcerias, auguram.

Sob a égide da Associação de Comité Olímpicos Nacionais Africanos (ACNOA), tendo Cabo Verde ganho a candidatura para a organização dos mesmos, os Jogos Africanos de Praia Sal 2019, contemplam 11 modalidades ligadas ao mar, nomeadamente atletismo, basquetebol 3×3, andebol de praia, ténis de praia, futebol de praia, remo no mar, futebol freestyle, karaté kata, kitesurf, e natação em águas abertas.

Os I Jogos Africanos de Praia Sal 2019, o maior evento jamais realizado em Cabo Verde, e que se aguarda com muita expectativa, trará para o país, mais concretamente para a ilha turística, cerca de mil atletas e 500 oficiais, oriundos de 54 países africanos.

Assim, estima-se que estarão no país cerca de duas mil pessoas ligadas aos jogos, entre atletas, dirigentes, desportivos e respectivas comitivas, bem como jornalistas de vários países do mundo.

SC/ZS

Inforpress/Fim