Projecto e-GOV: Mais de 300 instituições já estão ligadas à redes de fibra óptica

Cidade da Praia, 06 Nov (Inforpress) – O projecto e-GOV já instalou fibra óptica em mais de 300 instituições das diferentes áreas de governação central e local e forneceu 44 infra-estruturas de laboratórios WebLabs nas diversas escolas do país, anunciou o NOSI.

Segundo uma nota de imprensa do Núcleo Operacional da Sociedade de Informação (NOSI), a iniciativa insere-se no Projecto e-GOV II, financiado pelo Governos de Cabo Verde e da China e que tem por objectivo garantir a melhoria de acesso à rede do Estado, melhorar indicadores de banda larga, Internet nas escolas, penetração geral de Internet e info-exclusão.

“A primeira fase do projecto terminou em Agosto e permitiu a instalação de novos equipamentos no Data Center, fornecimento de 44 infra-estruturas de laboratórios WebLabs instaladas em diversas escolas em todos os concelhos do país, mas também a ligação de redes de fibra óptica em diversas escolas secundárias e em algumas instituições públicas centrais”, lê-se na nota.

O NOSI informa ainda que foi possível proceder a estruturação das redes locais, instalação de redes WI-FI para criar e melhorar capacidade interna de comunicação nessas instituições e para facilitar a mobilidade.

O projecto abrange o fornecimento de equipamentos de WebLabs, equipamentos para o Data Center, bem como, o reforço da conectividade para melhorar o acesso das instituições públicas à Rede Tecnológica Privativa do Estado (RTPE).

De acordo com a mesma fonte, a segunda fase do projecto arrancou em Outubro, e permitiu aos técnicos envolvidos activarem os serviços e as infra-estruturas de conectividades instaladas, conferindo maior capacidade de resposta dessas instituições.

Os 16 quilómetros de fibra de óptica instalados vão melhorar a conectividade das escolas, beneficiando também os WebLabs, sobretudo as instituições na Cidade da Praia e ligar algumas estações BTS WIMAX (equipamentos para comunicação wireless) à RTPE sem passar pelas operadoras.

Os trabalhos de implementação do projecto foram supervisionados pelo NOSI e pela empresa chinesa, IT Electronic Eleventh Design Research Institute Scientific and Technological Engineering Corporation Limited and Sichuan Huakai Project Management Co. Ltd e executados pela empresa da China Anhui Telecommunications Engineering Co., Ltd.

O projecto contou com a parceria das operadoras de telecomunicações Cabo Verde Telecom e Unitel Tmais, Electra, ADS, Polícia Nacional e câmaras municipais da ilha de Santiago.

AV/CP

Inforpress/Fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap