Presidente da Uniapac-África diz que emprego jovem decente é um “grande desafio” do continente

Cidade da Praia, 22 Jan (Inforpress) – A presidente da confederação Internacional das Associações dos Líderes Empresariais e Institucionais Cristãos para Região Africana (Uniapac – África) manifestou-se hoje preocupada com emprego jovem decente, que, ao seu ver, é um “grande desafio” do continente africano.

Milucí dos Santos revelou a sua preocupação à Inforpress, na Cidade da Praia, à margem de um encontro entre a delegação da Uniapac-África e o presidente da câmara municipal da Praia, Óscar Santos, enquadrado no plano de acção da organização, que prevê a apresentação do bureau executivo eleito em todos os países onde funcionam as Associações Nacionais de Empresários Cristão de África.

“Precisamente, estamos a começar aqui em Cabo Verde, para apresentar as autoridades a Uniapac-África e os nossos eixos estratégicos para o mandato de três anos, sobretudo, a reorganização da associação e o convite para integração de mais países, principalmente os lusófonos”, demonstrou.

Sobre a situação do emprego jovem, aquela responsável reconheceu que preocupa “bastante” a organização que dirige, mas, por outro lado, garantiu que já se estabeleceu um protocolo com o Bureau Internacional do Trabalho (BIT) para desafiar os empresários africanos a promoverem pelo menos dois mil empregos este ano.

“Não é fácil, mas é a nossa missão enquanto associação, vamos trabalhar isso e promover vários seminários inter-religiosos em diferentes países para trabalharmos esta parte do diálogo inter-religioso e reflectir sobre o emprego jovem decente, que é um grande desafio da África”, admitiu.

Conforme mostrou, nos seminários vão trabalhar com os jovens e as empresas, para que se possa promover o emprego através desse intercâmbio.

Além do emprego, outras questões como as mudanças climáticas estão no centro da atenção da Uniapac-África, que pretende promover encontros para transmitir mensagens aos jovens e não só.

Por sua vez, o presidente da Câmara Municipal da Praia, Óscar Santos, que aproveitou para desejar sucessos à Uniapac-África, considerou que é “muito importante” promover o emprego jovem.

“Muitas pessoas pensam que quem tem a responsabilidade do emprego é o Estado”, afirmou, acrescentando que são as empresas que promovem isso em qualquer parte do mundo.

Criada a 26 de Fevereiro de 2010, em Ouagadougou, Burkina Faso, a Uniapac – Africa conta actualmente com 15 associações integrantes nacionais, designadamente de Angola, Benin, Cabo Verde, República Democrática do Congo, São Tomé e Príncipe, Senegal, Tchade e Zimbabwé.

WM/AA

Inforpress/Fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap