Presidente da República destaca apoio do BAD no enfrentamento das vulnerabilidades de Cabo Verde

Cidade da Praia, 17 Mar (Inforpress) – O Presidente da República, José Maria Neves, destacou hoje a importância da parceria entre Cabo Verde e o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) para fazer face às vulnerabilidades do País em termos ambientais, económicos, sociais e financeiros.

José Maria Neves manifestou este ponto de vista na visita que recebeu, esta tarde, de “uma importante” delegação do Banco Africano de Desenvolvimento, que está em missão em Cabo Verde.

“O PR Neves sublinhou a vulnerabilidade de Cabo Verde em termos ambientais, económicos, sociais e financeiros, para realçar a importância desta parceria com o BAD, sobretudo no que diz respeito à transição energética, à economia azul e o digital”, lê-se na página oficial da Presidência da República.

Ainda segundo a mesma fonte, o mais alto magistrado da Nação solicitou ainda “uma atenção especial” do BAD aos esforços do Governo relativamente à transição energética.

O chefe de Estado aproveitou ainda o ensejo para agradecer o apoio que o BAD tem concedido a Cabo Verde e “que tem ajudado muito o país no seu processo de desenvolvimento”.

Por sua vez, os administradores do BAD, também de acordo com a referida fonte, manifestaram a sua satisfação com os progressos registados pelo país e com o andamento dos vários projectos por eles visitados.

“Mais do que isso, esses garantem o apoio do BAD, sobretudo, nas áreas realçadas pelo Presidente da República”, lê-se.

Nos últimos 46 anos, o BAD financiou cerca de 610 milhões de euros a Cabo Verde. Há, actualmente, quatro projectos em execução, num pacote que representa cerca de 70 milhões de euros.

O BAD, como um Banco de Desenvolvimento, tem como missão acelerar o crescimento sustentável dos países membros e reduzir a pobreza. Conta com cerca de 80 países, sendo 54 africanos e 27 não regionais e de outros continentes.

Durante esta missão, a delegação tem se reunido com as autoridades nacionais, os parceiros de desenvolvimento, a sociedade civil, o sector privado. Aproveitam ainda para visitar os projetos financiados pela instituição. Entretanto, um dos pontos cruciais desta missão é a possibilidade de abertura de um escritório do BAD em Cabo Verde.

A missão que teve início na segunda-feira, termina hoje.

O grupo esteve também em visita à ilha do Fogo, com o objetivo de explorar o potencial agrícola.

GS/JMV

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos