Praia: Liceu Cónego Jacinto celebra 26º aniversário com várias actividades pedagógicas, culturais e desportivas (c/áudio)

Cidade da Praia, 17 Jan (Inforpress) – O Liceu Cónego Jacinto, situado na Várzea, Cidade da Praia, comemora o 26º aniversário, que se celebra no dia 28 de Janeiro, com várias actividades pedagógicas, recreativas, culturais e desportivas.

Em declarações à Inforpress, a directora daquela escola, Dedaltina Tavares, informou que as actividades comemorativas começaram na segunda-feira, 13, com um leque de actividades que decorrem até o início do mês de Fevereiro.

“Esta semana já temos actividades com rádio escola nos intervalos e temos algumas palestras sobre a metodologia do uso do tempo para os alunos do 11º e 12º ano”, demonstrou, salientando que na rádio vão ser abordadas temas sobre a motivação e comportamento nas salas de aula.

Do programa consta exposição e roda conversa sobre a vida de Cónego Jacinto, demonstração de exercícios acrobáticos e luta olímpica, jogos entre professores dos liceus Cónego Jacinto e Regina Silva, mega-aula de aeróbica para toda a comunidade educativa, assim como uma conversa aberta sobre atitudes, motivação e responsabilidade.

No dia 28 de Janeiro, data em que acontece o acto central, estão previstas actividades como a tradicional missa solene em acção de graças, entoação do hino nacional pelos alunos da escola, actuação da banda militar, assim como entrega de diplomas e brindes aos alunos quadro de honra do primeiro trimestre.

Os professores e funcionários reformados no ano lectivo transacto vão ser homenageados nesta data.

Sobre a situação do liceu neste momento, Dedaltina Tavares reconheceu que a principal preocupação da direcção este ano é melhorar a qualidade do ensino e aprendizagem e obter melhores resultados, não só em termos estatísticos, mas sobretudo qualitativo.

“Nós sempre fomos uma escola tradicional, sempre tivemos bons resultados, os nossos alunos sempre tiveram uma boa prestação lá fora e nós pretendemos manter esta qualidade ou, se não, melhorar cada vez mais a qualidade do ensino e aprendizagem”, sintetizou.

Em termos da infra-estrutura, aquela responsável assegurou que vai “bem”, uma vez que estão sempre a intervir nalgumas partes sempre que for necessário.

Neste momento existe uma parte da escola que está isolada por razões de segurança porque o tecto já começou a cair, mas a directora admitiu que não podem fazer grandes investimentos tendo em conta que a escola vai ser deslocalizada.

WM/AA

Inforpress/Fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap