• Save

PP defende que o acesso à educação constitui somente um “ganho de quantidade ” para a sociedade cabo-verdiana

Cidade da Praia, 17 Jul (Inforpress) – O Partido Popular (PP) defende que o acesso à educação constitui somente um “ganho de quantidade” para a sociedade cabo-verdiana, uma vez que, depois de 44 anos como um país livre, foram construídos mais escolas, liceus e universidades.

Esta constatação é uma das conclusões da reunião quinzenal do partido que, entre outros assuntos, analisou os 44 anos da independência de Cabo Verde, comemorado no passado dia 05 de Julho.

Os populares consideram que esses “ganhos de quantidade “ têm sido inversamente proporcional aos ganhos da qualidade do ensino e que as políticas públicas tendentes a impor ganhos de qualidade têm sido reduzidas ou mesmo nulas.

A nível da saúde, o PP considera que a disponibilizada aos cabo-verdianos é de “baixa qualidade “, fruto da utilizador-pagador do serviço que exclui muita gente do sistema de saúde.

No sector da habitação, a reunião quinzenal denunciou que actualmente há 11 mil famílias a precisarem de casas, porque a política habitacional, em vez de primar pela vertente social da habitação, tem privilegiado uma política de “quem dá mais”.

“Há mercado negro na venda de lotes para construção, envolvendo empresas portuguesas e neste capitalismo selvagem na venda de terrenos muitas famílias cabo-verdianas ficam fora deste jogo desigual”, considera.

A questão da Praça de Palmarejo, a gestão urbanística da Cidade da Praia, os problemas dos guardas prisionais, foram também abordadas na reunião quinzenal do partido.

OM/JMV

Inforpress/Fim