• Save

Porto Novo: Munícipes voltam a mostrar sua inquietação face à situação da rede de esgotos

Porto Novo, 12 Out (Inforpress) – O vazamento de esgotos na cidade do Porto Novo, Santo Antão, volta a preocupar os portonovenses, que clamam por uma solução para essa situação, que resulta do facto da rede, além de obsoleta, estar saturada há vários anos.

Em alguns pontos desta urbe ocorre, nesta altura, vazamento de águas sujas, para o desagrado dos munícipes, que exortam as autoridades municipais a encontrarem uma “solução definitiva” aos “caos” que tem sido a gestão dos esgotos no Porto Novo.

A rede de esgotos, instalada há quase duas décadas, consegue cobrir apenas 20 por cento (%) deste centro urbano, com dez mil pessoas, encontrando-se saturada há vários anos, com esgotos a vazarem no mar e com arrebatamentos, com alguma frequência, das fossas sépticas, para o desespero dos moradores.

Porém, a resolução definitiva dos problemas de esgotos no Porto Novo só acontecerá a partir de 2021, com a prevista “reestruturação profunda” de o todo sistema de saneamento neste município, através da ampliação da rede, em cerca de 12 quilómetros, no âmbito do projecto de água e saneamento para Santo Antão.

No quadro deste projecto, já financiado em 12 milhões de dólares (quase um milhão e duzentos mil contos), Porto Novo será contemplado ainda com uma estação de tratamento de águas residuais (ETAR).

Com duração de três anos, o projecto de água e saneamento de Santo Antão, co-financiado pelo Banco Árabe para o Desenvolvimento em África (Badea) e pelo Governo de Cabo Verde, foi lançado em Setembro e o arranque efectivo dos projectos acontecerá a partir de 2021.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap