Porto Novo: Criadores de gado elegem transporte de água como “grande desafio” para 2023 

Porto Novo, 04 Jan (Inforpress) – Os criadores de gado no município do Porto Novo, em Santo Antão, elegeram hoje a problemática do transporte de água como “o grande desafio” para vencer ao longo do corrente ano de 2023. 

O representante da Associação dos Criadores de Gado do Porto Novo, Romeu Rodrigues, avançou à Inforpress que a questão do transporte de água para os animais constitui, nesta altura, “a maior preocupação” da classe, que espera a resolução do problema neste ano que agora começa. 

“Este ano temos pasto, mas falta resolver o problema de transporte de água. Voltamos a pedir ao Ministério da Agricultura e Ambiente que disponibilize uma viatura autotanque para socorrer os criadores de gado no concelho do Porto Novo, já que o único autotanque existente deixou de funcionar há muito tempo”, declarou Romeu Rodrigues. 

Os criadores de gado, explicou a mesma fonte, têm vindo a recorrer ao privado mais o custo do transporte – seis mil escudos para o transporte de oito toneladas de água – tem sido “insuportável” para o grosso dos criadores que está a ter “dificuldades” para assegurar o abeberamento do seu efectivo. 

“Para 2023, só queremos ultrapassar o problema do transporte de água, que está a custar muito aos criadores de gado”, sublinhou este responsável. 

Entretanto, a delegação do Ministério da Agricultura e Ambiente disse esperar ultrapassar este ano o problema de água para o gado nas zonas onde está “o grosso” do efectivo pecuário. 

Na zona baixa do município, que engloba Ribeira de Tortolho, Morro Tubarão e Ribeira Brava, este ministério já disponibilizou “cerca de nove mil contos” para “resolver dentro de pouco tempo” o problema de água para o gado, no âmbito de um projecto que vai beneficiar 70 criadores locais. 

No Planalto Norte, o problema de água para o gado fica resolvido ainda no decurso deste mês de Janeiro, com a inauguração do projecto de bombagem e adução de água a esse planalto, explicou o delegado do Ministério da Agricultura e Ambiente, Joel Barros. 

Porto Novo, com cerca de 25 mil cabeças de gado, possui um dos maiores efectivos pecuários do País. 

JM/AA 

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos