“Por experiência própria posso dizer que a educação começa em casa” – primeira dama

Cidade da Praia, 03 Out (Inforpress) – A primeira-dama, Débora Carvalho, destacou hoje, na Cidade da Praia, o papel importante da família na educação dos filhos, tendo sublinhado que por “experiência própria” pode afirmar “duplamente” que a educação começa em casa.

Débora Carvalho discursava esta tarde no acto de lançamento oficial da campanha Nacional de Início das aulas, sob lema “Mi é Primeru Professor de nha Fidjo” (sou o primeiro professor do meu filho), promovida pela Federação Nacional das Associações Comunitárias (FCAC).

“Por experiência própria posso dizer que duplamente a educação começa em casa, até porque muitas crianças não têm a oportunidade de ir para uma creche, jardim infantil antes de iniciarem toda a vida académica e mesmo que fizer todo este percurso, há valores que nós aprendemos é na família”, enfatizou a primeira-dama.

O primeiro espaço onde se aprende a respeitar e aceitar as diferenças, tomar decisões em grupo é no seio família, em casa, disse, salientando que a “maior responsabilidade da educação” é da família, da qual a escola faz parte.

“Se tivemos aqui um triângulo e tivermos que dar nome a cada vértice do triângulo a escola é apenas um dos vértices, e, quiçá, a educação estará no topo do vértice, mas na base estará certamente a família, e outro vértice importante que é educação por via da comunidade, sociedade, onde estamos inseridos”, sustentou Débora Carvalho.

A família, prosseguiu, tem a obrigação de passar às crianças os valores da decência, da honestidade, do respeito, da solidariedade, e também do trabalho.

“Os pais não devem ignorar outrossim o papel transformador de conselho, de cuidado que com amizade e amor lapidam os sonhos e enobrece a alma. O ano letivo já se iniciou com cerca de 120 mil crianças e é nossa a responsabilidade de estarmos presentes”, frisou.

Por seu lado, o presidente da Federação Nacional das Associações Comunitárias (FCAC), Denilson Monteiro, avançou que a Campanha Nacional de Inicio das Aulas do ano letivo 2022/23, lançada a 19 de Setembro nas redes sociais e agora oficializada, tem por objectivo a sensibilização dos pais e encarregados de educação à participação activa na vida escolar dos seus educandos, mostrando que são eles os primeiros professores dos seus filhos ou educandos.

“Pretendemos chamar aos pais e encarregados de educação a atenção no que tange ao acompanhamento dos filhos nas escolas, visto que temos muitas situações em que os pais mandam os filhos para a escola e não fazem o devido acompanhamento”, sublinhou Denilson Monteiro.

Os valores transmitidos em casa são reflectidos nas escolas pelos filhos, ressalvou o mesmo, apontando que tem vindo a receber várias opiniões positivas, pelo que a associação pretende levar esta campanha até o final o ano lectivo e que está aberta a todo o auxílio das entidades que queiram apoiar a causa.

“Pretendem realizar junto dos pais palestras, conversas abertas nas mais diversas escolas do País, do primário ao ensino superior”, comunicou.

TC/JMV

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos