Polícia Nacional diz ter mapeamento de todos os grupos de delinquentes activos na Cidade da Praia

Cidade da Praia, 23 Mai (Inforpress) – A Polícia Nacional diz ter o mapeamento de todos os grupos de delinquentes activos na cidade da Praia, as zonas onde actuam, os seus integrantes e informações do tipo de armas utilizado, na sua maioria de fabrico artesanal.

A informação foi hoje avançada em conferência de imprensa pelo porta-voz do Comando Regional de Santiago Sul e Maio, Roberto Lima, afirmando que a Polícia Nacional (PN) tem tentado “evitar ao máximo” que ocorram situações de confronto entre os grupos e afastar “o mal maior”.

“Terceiros podem estar envolvidos nisso e o foco principal tem sido estarmos sempre nessas zonas fixas e poder dar uma atenção muito especial e não deixar que esses confrontos ocorram”, completou.

Esta situação, referiu, é do conhecimento das autoridades judiciais e defendeu que “se exige, no momento, uma eficácia e celeridade maior para o seu combate”.

A PN, acrescentou o porta-voz, tem contado com “muito apoio” do Ministério Público no sentido de responsabilizar criminalmente os infractores, aliás, prosseguiu, só neste mês de Maio, dez pessoas foram enviadas para a prisão preventiva.

“Isso é muito bom e são pessoas ligadas directamente a esses grupos, e as armas recuperadas na sua maioria pertenciam a esses grupos”, completou.

Roberto Lima referiu ainda que, apesar do “forte engajamento” nas questões que se prendem com o “rigoroso controlo” e fiscalização do cumprimento das medidas referentes ao estado de emergência, o Comando Regional de Santiago Sul “não perdeu foco” nas suas atribuições que se prendem ao combate e a prevenção da criminalidade.

Neste sentido, acrescentou, tem concretizado “várias acções” com vista a estancar assaltos, roubos nas ruas e em residências, com várias acções, principalmente no sentido de evitar as brigas que “nos últimos dois meses têm importunado” as zonas de Achada Grande Trás, Madjana e Achadinha de Cima.

GSF/AA

Inforpress/Fim

Scroll to Top