Plano operacional “Verão 2019 em Segurança” arranca hoje na Praia e no Maio com 300 efectivos (c/áudio)

Cidade da Praia, 08 Jul (Inforpress) – O plano operacional “Verão 2019 em Segurança”, encetado pelo Comando Regional de Santiago Sul e Maio arranca hoje na Cidade da Praia e no Maio mobilizando 300 efectivos entre agentes subchefes e oficiais da Polícia Nacional.

Em conferência de imprensa, o comandante da Esquadra de Investigação Criminal, Roberto Lima, afirmou que o plano que decorre até 30 de Setembro, tem como obejctivo a garantia da segurança de pessoas e seus bens e está assente nos pilares do combate a incivilidades, prevenção e repressão da criminalidade.

No decorrer deste plano, avançou Roberto Lima, vão encetar várias operações de rusgas, buscas e revistas, principalmente durante a noite e em finais de semana, voltadas para a fiscalização de locais de diversão nocturna.

O enfoque, de acordo com o comandante, será para o controlo do horário do funcionamento dos estabelecimentos, a presença de menores, a poluição sonora e ainda operações voltadas à fiscalização do trânsito rodoviário para o controlar as condições legais e técnicas de veículos e o consumo de álcool por parte dos condutores.

“Vamos intensificar o patrulhamento auto e apeado, principalmente em zonas mais sensíveis, com enfoque para bombas de combustível, agências bancárias, estabelecimentos comerciais, e também áreas balneares que são muito procuradas nessa altura do ano”, referiu.

Para além disso, a Polícia Nacional vai desenvolver campanhas de sensibilização para alertar as pessoas para os cuidados na circulação com bens de pequenos portes no sentido de evitar locais de maior aglomeração de pessoas e prevenir furtos e roubos.

O plano operacional “Verão 2019 em Segurança” abrange toda a área do Comando Regional de Santiago Sul e Maio, que engloba também São Domingos e Ribeira Grande de Santiago.

Vai contar com o apoio dos serviços centrais da Polícia Nacional, com parcerias da Câmara Municipal da Praia, da Delegacia de Saúde, da Inspecção-Geral das Actividades Económicas (IGAE) e de promotores de eventos.

Roberto Lima garantiu que as linhas de emergência vão estar todas abertas e haverá uma preocupação em reduzir o tempo de espera no terreno. Isto para garantir que todos os cidadãos, sejam estrangeiros ou nacionais tenham, realmente, um Verão seguro e sintam protegidos, afiançou.

CD/CP

Inforpress/Fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap