PCA da ARME defende novas soluções face à globalização mundial e evolução de tendências tecnológicas

Cidade da Praia, 14 Fev (Inforpress) – O presidente do conselho de administração (PCA) da Agência Reguladora Multissectorial da Economia (ARME), Isaías Barreto, defendeu hoje, na Praia, a necessidade de adoptar novas soluções face à globalização mundial e evolução de tendências tecnológicas.

Isaías Barreto falava em declarações à Inforpress, à margem do workshop sobre “A indústria de nomes de domínio”, promovido pela ARME, em parceria com a Internet Corporation for Assigned Named anda Numbers (ICANN).

“Nos últimos anos, muitas coisas mudaram, tivemos a adopção de novos nomes do domínio topo, há grandes transformações também em relação a segurança nos servidores, mas também novas oportunidades”, constatou, frisando que a ideia é partilhar a evolução do sector, actualizar e seguir a mesma onda no diz respeito a evolução das tendências tecnológicas nesta matéria.

Para Isaías Barreto, essas informações são necessárias e importantes porque vai permitir ao país melhorar a sua performance no que diz respeito a este sector, sobretudo a nível da gestão dos nomes dos domínios.

“Nós estamos num mundo globalizado, estamos conectados à rede mundial de computadores, estamos na Internet e é fundamental acompanharmos a dinâmica e a tendência mundial nesta matéria, mas precisamos, efectivamente, de adoptar novas soluções a nível de segurança”, observou.

O workshop sobre indústria de nomes de domínio, que decorre nas instalações da ARME, sitas em Chá de Areia, conta com a participação de comunicadores e administradores de redes, operadoras de telecomunicação, as universidades e empresas do sector.

A ICANN é uma entidade sem fins lucrativos, vinculada ao Governo dos Estados Unidos, responsável pela atribuição do espaço de endereços do Protocolo da Internet (IPv4 e IPv6), pela atribuição de identificadores de protocolo, pela administração do sistema de nomes de domínio de primeiro nível genéricos (gTLDs) e com códigos de países (ccTLDs), assim como as funções de gestão do sistema de servidores-raiz.

A ARME é a entidade responsável em Cabo Verde, pela gestão e registo dos CCTL.CV.

AV/CP

Inforpress/Fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap