“Operação Troia”: Tribunal manda mais dois suspeitos para prisão preventiva 

Cidade da Praia, 08 Ago (Inforpress) – O tribunal da Praia mandou para a prisão preventiva mais dois suspeitos da “Operação Tróia” e um outro ficou sob termo de identidade e residência.

Entre os que foram para a preventiva está a mulher que havia sido libertada pelo tribunal, em Julho passado, altura em que seis suspeitos de tráfico de drogas foram mandados para a prisão preventiva.

Fontes judiciais dão conta que os três suspeitos foram detidos na quarta-feira pela Polícia Judiciária (PJ), fora flagrante delito, em cumprimento de mandado do Ministério Público, por entender que existem factos que poderão incriminá-los.

Os mesmos começaram a ser ouvidos ainda quarta-feira pelo Tribunal da Comarca da Praia.

Nesta operação, desencadeada no início de Julho passado, no bairro da Achada Eugénio Lima, na Praia, a PJ contou com o reforço das Forças Armadas e foram apreendidas 11,878 quilogramas de cocaína e valores em dinheiro no total de 16.137.684 escudos.

Foram apreendidas seis armas curtas, das quais um makarov, dois walther, uma pistola transformada calibre 6.35, uma pistola semi-automática de marca star, um revolver e uma arma longa, espingarda caçadeira semi-automática de calibre 12, aproximadamente 50 munições e seis viaturas.

Dez pessoas foram detidas, dessas seis ficaram em prisão preventiva com a acusação de tráfico de drogas.

Uma ficou sob termo de identidade e residência sob acusação de um crime de armas, as restantes, dois homens e uma mulher, saíram em liberdade sem qualquer acusação.

Entretanto, a mulher voltou a ser detida, juntamente com mais outros dois suspeitos e agora o tribunal decidiu que vai aguardar pelos trâmites ulteriores do processo em prisão preventiva.

GSF/AA

Inforpress/Fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap