Novo programa de luta contra drogas em Cabo Verde representa uma resposta aos desafios prioritários – ONUDC

Cidade da Praia, 10 Jul (Inforpress) – A representante regional da ONUDC, Chantal Lacroix, disse hoje na Cidade da Praia, que o Programa Nacional Integrado de Luta Contra Droga e Crimes Conexos em Cabo Verde (PNLCDCC 2018-2023) representa uma resposta aos desafios actuais prioritários.

Esta responsável que se encontra na Praia a participar da reunião temática de mobilização de parcerias para operacionalização desse programa, disse ainda que o mesmo está alinhado ao programa regional da ONUDC para África Ocidental e aos Objectivos de Desenvolvimento Sustentado da ONU, representando ainda uma contribuição substancial para a promoção da saúde e bem-estar e para o ODS 16 sobre paz e justiça.

Chantal Lacroix, realçou, por outro lado, os “importantes” avanços conseguidos pelo Governo de Cabo Verde no combate ao crime organizado transnacional através do reforço das capacidades dos serviços de aplicação da lei, do quadro legal e da cooperação judiciária internacional.

“Isto tem sido feito com apoio das Nações Unidas e de toda a comunidade internacional”, disse.

Contudo, salientou que o executivo cabo-verdiano deve reforçar os seus esforços com uma abordagem integrada para consolidar os ganhos conseguidos, intensificar as acções de luta contra e uso de drogas, cuidados e tratamento das dependências, bem como a prevenção do crime e reforço sistema de justiça criminal no seu todo.

Neste sentido, felicitou o Governo pela elaboração desse programa e por ter constituído um quadro de referência nesta matéria através de uma metodologia participativa e inclusiva que resultou num consenso sobre os caminhos seguir e sobre as sinergias a desenvolver”, disse.

Chantal Lacroix aproveitou para apelar os parceiros e toda a comunidade internacional a contribuírem para a implementação eficaz do PNLCDCC 2018-2023, salientando que o sucesso dessa “iniciativa ambiciosa depende de todos nós” e que todos beneficiarão.

“A implementação desse programa nacional nos diz respeito a todos. É um contributo crucial para a prevenção do uso de drogas e combate a crimes associados não só em Cabo Verde, mas também na África Ocidental e no resto do mundo”, enfatizou.

O PNLCDCC 2018-2023 é um dos principais instrumentos estratégicos do Governo, que visa responder de uma forma integrada e coordenada aos principais desafios que Cabo Verde enfrenta atualmente em matéria de drogas e criminalidade conexa.

Esta orçado em 7,2 milhões de euros, aproximadamente 792 mil contos, conforme dados apresentados hoje pelo primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, que quer contar com o apoio dos parceiros para sua operacionalização.

MJB/FP

Inforpress/fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap