Música: Décima edição dos CVMA vai ter novo modelo e “forte participação” do público – organização

Cidade da Praia, 10 Out (Inforpress) – A décima edição dos Cabo Verde Music Awards (CVMA) 2020 vai ter um novo modelo e contará com uma “forte participação” do público, revelou hoje na Cidade da Praia, a organização do evento.

Em conferência de imprensa para falar da edição de 2020, o presidente dos CVMA, José “Zito” Sequeira, explicou que as alterações foram baseadas nas experiências das edições anteriores, onde o público esteve sempre presente a dar o seu contributo, sobretudo nas redes sociais.

“Ao longo dos anos, percebemos que as pessoas têm criticado muito, e querem estar engajadas nos CVMA, e este ano decidimos fazer alterações em dois pontos, sendo que dos oito jurados apresentados pela organização, o público irá votar e escolher quatro para a décima edição”, sublinhou, realçando que o presidente do júri mantem-se.

Segundo Zito Sequeira, os quatro jurados irão apresentar entre oito e 10 nomeados de cada categoria, e desses nomeados, o público irá escolher os três finais, que serão avaliados pelos jurados e conhecidos na gala final, que ainda não tem data marcada.

Esse novo regulamento e as alterações feitas, segundo a organização, serão conhecidos e divulgados em Novembro próximo, medida essa que, no entender de Zito Sequeira, vai tornar todo o processo “muito mais transparente”, mas ciente de que nunca vão conseguir agradar a todos.

Neste momento, a organização quer “focalizar e centrar-se a 200%” na preparação da gala, que este ano celebra o 10º aniversário, “graças ao esforço, trabalho, dor de cabeças e com algumas falhas”, que, segundo o Zito Sequeira, “foi visível na última edição”.

O responsável dos CVMA referiu-se a algumas dificuldades ligadas a dívidas da gala anterior e ao patrocinador oficial, mas mostra-se optimista quanto a resolução das mesmas.

Assegurou que já estão a trabalhar na escolha dos nomeados que, posteriormente serão escolhidos pelo público, na selecção das músicas e a ultimar os detalhes com a operadora de telecomunicações Unitel T+ e o Governo, que considera que os CVMA é um evento de interesse cultural”

AV/CP

Inforpress/Fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap