MpD: Confirmado líder parlamentar Paulo Veiga reafirma aposta em liderança pautada no diálogo

Cidade da Praia, 29 Set (Inforpress) – O deputado Paulo Veiga foi hoje confirmado como líder parlamentar do Movimento para Democracia (MpD-poder) e, numa primeira declaração à imprensa, reafirmou a aposta numa liderança pautada pelo diálogo, tanto interno, como também com os partidos da oposição.

“Quero que a minha liderança seja pautada pelo diálogo interno e que seja do programa do MpD, mas sempre em diálogo e em concertação com a oposição, quer seja a bancada do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), quer sejam os deputados da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID)”, disse.

Este deputado eleito pelo círculo eleitoral de Santiago Sul relembrou que o mundo atravessa uma fase muito complicada, em que após a pandemia veio a guerra na Ucrânia e, ao que parece, haverá uma crise financeira que se está a pronunciar para o final do ano e início de 2023, pelo que, no seu ponto de vista, Cabo Verde vai ter que se preparar e estar pronto para minimizar os impactos nos nossos cidadãos.

“Isso só é possível com medidas a serem tomadas em consenso com os sujeitos parlamentares, não só do MpD, mas também da oposição. Na próxima semana irei solicitar uma reunião com os deputados da UCID e com o grupo parlamentar do PAICV para mostrar essa abertura”, disse.

Paulo Veiga disse ainda que há também temas que exigem a maioria de dois terços que estão pendentes no Parlamento, pelo que, defendeu, só se conseguirá resolver através do diálogo.

“Aqui é preciso muita abertura e muito diálogo. O povo elegeu o MpD para ser Governo, mas elegeu PAICV e UCID para serem oposição, mas em matérias que são do interesse nacional devemos sempre encontrar o consenso para avançar”, frisou.

Veiga disse ainda que o Governo poderá estar “definitivamente tranquilo” de que terá uma maioria a lhe dar todo o suporte necessário.

“Nós somos deputados do Movimento para Democracia, fomos eleitos para cumprir o programa que o MpD apresentou nas Eleições Legislativas e depois aprovamos o Programa do Governo, portanto o Governo conta com total suporte do Grupo Parlamentar”, pontuou.

Paulo Veiga, que substitui João Gomes, foi eleito com 34 votos a favor, dos 38 deputados do grupo parlamentar do MPD. Houve quatro deputados que, por “questões diversas”, não conseguiram estar presentes ou votar.

João Gomes, deputado eleito pelo círculo de São Vicente, confirmou à Inforpress a sua saída da liderança da bancada parlamentar do MpD, mas não avançou as razões.

O Parlamento cabo-verdiano é constituído por 72 deputados. Na actual legislatura, a Assembleia Nacional é composta por 72 deputados, sendo 38 do MpD, 30 do Partido Africano da Independência de Cabo Verde e quatro da União Cabo-verdiana Independente e Democrática .

GSF/JMV
Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos