Moradores de Santana satisfeitos com a inauguração da sua primeira placa desportiva

Cidade da Praia, 15 Set (Inforpress) – A localidade de Santana (Ribeira Grande de Santiago) ganhou hoje a sua primeira placa desportiva para a alegria da sua população, constituída maioritariamente por jovens e, também, do edil local que cumpriu uma “promessa antiga”.

Em declarações à imprensa, Manuel de Pina reconheceu que não foi fácil concretizar o desejo dos mais de mil e quinhentos habitantes de Santa Ana, porque, segundo ele, “foi difícil” conseguir um espaço adequado para uma placa desportiva naquela localidade da freguesia de São João Baptista.

“Graças aos estudos feitos pelos nossos técnicos, foi possível identificar este local estratégico, pelo que Santa Ana está de parabéns”, congratulou-se o presidente de Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago.

De acordo com o edil, dada a natureza do terreno, a construção da referida infra-estrutura desportiva custou à volta de 9500 contos.

Instado se não há risco de aquela placa desportiva ser engolida pelas cheias, disse que esta hipótese “está fora de questão”.

“O estudo feito mostra que estamos num lugar seguro”, precisou, acrescentando que as cheias que correm no local são “residuais”

Segundo o edil, Santana está a ser ligada à Cidade Velha por uma estrada moderna, cuja construção já se iniciou.

Por sua vez, o secretário de Estado Adjunto do ministro de Estado e da Presidência do Conselho de Ministros, Carlos Monteiro, também se regozijou com a infra-estrutura que co-inaugurou com Manuel de Pina, destacando a “felicidade” estampada no rosto dos moradores, sobretudo os jovens.

Garantiu que o Governo está sempre com a Câmara Municipal da Ribeira Grande, que tem a “grande ambição” de construir, pelo menos, uma placa desportiva em cada localidade do município.

Na sua perspectiva, o executivo tem interesse em apoiar a construção de infra-estruturas desportivas, porque, por um lado, permitem aos jovens ocuparem melhor os seus tempos livros e, por outro, proporcionam-lhes outras condições para praticarem o desporto.

“Queremos que em cada localidade de Cabo Verde exista uma infra-estrutura desportiva para que os jovens mostrem o seu talento”, indicou o governante, que apelou à juventude a ter esperança num Cabo Verde que, conforme afirmou, “a cada ano está a melhorar”.

Quem também se mostrou satisfeita com a inauguração daquela placa desportiva é a presidente da Associação Cultural, Recreativa e Educativa de Santana, Leinilda Pereira, que vê nesta infra-estrutura uma oportunidade para desenvolverem várias actividades culturais e desportivas, envolvendo pessoas de todas as idades e classes sociais.

Neste momento, revelou Leinilda Pereira, a associação tem algumas iniciativas em carteira, nomeadamente o projecto “Minha escola, meu segundo lar” e o projecto de uma biblioteca escolar para servir, sobretudo, os alunos.

Na localidade de Santana, a agricultura e a criação do gado são as principais actividades da população.

Dispõe de quatro equipas de futebol, sendo duas masculinas e duas femininas, que receberam o nome das localidades de Santa Ana, ou seja, Achadinha, Ponta Achada, Lém-Gomes e Quebrada. Treinam num pequeno campo de terra batida.

Lenira Gomes, mais conhecida por Preta, é praticante do futebol feminino, e não escondeu a sua alegria perante a imprensa, visto que há muito aguardavam pela construção de um recinto desportivo.

“Assim, sentimo-nos mais motivados em participar em todas as actividades realizadas na nossa zona”, concluiu, lembrando que a população está à espera de uma estrada de “melhor qualidade”

Ronaldinho Moreira (Vadinho) é um outro desportista que acha que a placa desportiva “demorou muito tempo a chegar”, mas se sente satisfeito.

“Quando praticamos o desportivo, deixamos para atrás muitas coisas erradas, nomeadamente o álcool”, sublinhou

LC/JMV

Inforpress/Fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap