Lourença Tavares dedica Prémio Franco-Alemão aos voluntários e a todos os colaboradores da Acrides

Cidade da Praia, 14 Dez (Inforpress) – A presidente da Associação das Crianças Desfavorecidas (Acrides), Lourença Tavares, acaba de ser distinguida com o Prémio Franco-Alemão dos Direitos Humanos e Estado de Direito 2022 e dedica o mesmo aos voluntários e a todos os seus colaboradores.

Numa reacção à Inforpress, Lourença Tavares, expressou um sentimento de gratidão a todos os parceiros nacionais e internacionais, os colaboradores e membros fundadores da Acrides que têm ajudado a consolidar o seu trabalho.

“Portanto é um sentimento de gratidão, de união, de reforçar cada vez mais esta parceria e credibilidade junto de parceiros e de pessoas que acreditam em mim e na minha equipa. Por isso é um prêmio que partilho com todos, não é só meu, mas partilho com todos”, disse.

Lourença Tavares agradeceu de igual forma à comunicação social pela divulgação de todas as actividades que a Acrides tem desenvolvido ao longo dos seus 24 anos de existência.

O prêmio, informou, será entregue brevemente, na embaixada da França em Cabo Verde, na presença também da embaixadora da Alemanha.

A missão da Associação das Crianças Desfavorecidas tem sido, segundo a sua presidente, a inclusão no seu todo, visando a defesa e a promoção dos direitos da criança, a inclusão da criança devido à situação de vulnerabilidade, a inclusão de mães chefes-de-família, a inclusão e oportunidades a jovens em conflito com a lei, promovendo assim a dignidade humana.

ET/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos