Livro sobre galeria de Fajã em São Nicolau homenageia população da ilha – autor

Cidade da praia, 06 Nov (Inforpress) – O livro sobre o projecto galeria de Fajã em São Nicolau, lançado na tarde de hoje, na Cidade da Praia, é uma homenagem à população da ilha de Chiquinho, revelou hoje o autor da obra, Jean-Yves Audrain.

Em declarações à Inforpress, explicou que o livro escrito em língua portuguesa e francesa conta a história da irrigação sustentável em São Nicolau, da galeria de Fajã construída há 35 anos pela Cooperação Francesa e que permitir à população local ter acesso a água da montanha.

A obra aborda também os impactos que essa infra-estrutura teve para a população da ilha de São Nicolau e Cabo Verde.

Na ocasião adiantou que trouxe “ganhos positivos” a nível da alimentação, condição sanitária, saúde e emprego, e evitou que a população de São Nicolau emigrasse para outras ilhas.

“A galeria teve impacto muito importante porque era uma localidade sem água, seca e depois se transformar em oásis e hoje dispõe de água que consegue alimentar 54 hectares de regadios que alimenta toda a ilha de São Nicolau, e outras ilhas com Boa Vista e São Vicente”, afirmou.

A galeria de Fajã foi construída em 1984, inaugurada em Dezembro de 1986, com o apoio da Cooperação Francesa, conta com uma extensão, de entre as várias ramificações, de mais de dois quilómetros, que servia a localidade de Fajã de Baixo e Queimadas, durante longos anos para se abastecer de água.

A apresentação da obra aconteceu na Universidade Jean Piaget e contou com a presença do embaixador da França.

AV/AA

Inforpress/Fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap