• Save

Literatura: Cantora Isa Pereira estreia-se no mundo da literatura com “Quando o Rouxinol vence o Touro”

Cidade da Praia, 09 Set (Inforpress) – A cantora cabo-verdiana Isa Pereira já tem disponível no mercado em Portugal a sua primeira obra literária intitulada “Quando o Rouxinol vence o Touro” que, brevemente também estará disponível em Cabo Verde.

Este livro, segundo a autora, é um tributo aos refugiados de todo o mundo, aos migrantes e encarcerados, especialmente as mulheres e as crianças, que em situações de “vulnerabilidade existencial extrema”, e na busca de melhores condições de vida “enfrentam obstáculos dramáticos, correndo riscos elevados”, mas sempre “imbuídos de um instinto de bravura e esperança incomensuráveis”.

O rouxinol, explicou, é uma “mulher pássaro canoro, migrante, internacionalista”, uma mulher plural, que “arrebenta algemas, abre as portas das prisões mentais e do espírito”, que não acredita em fronteiras, mas sim se espelha na força da arte para a edificação de pontes entre povos, na “responsabilidade global, no valor incomensurável da multiculturalidade”.

“É uma mulher que, na sua ávida vontade de cantar Cabo Verde e o mundo, batalha com todo o ardor as várias facetas que se lhe apresenta o Touro. Este, um animal musculado que no livro se apresenta como o próprio mundo e a sua complexidade”, lê-se na nota enviada à Inforpress.

Nesta obra, cujo subtítulo é “Cantar a Liberdade, Cantar o Mundo, o Ser Mulher Artista e a Complexidade do Eu nas Relações Humanas entre Fronteiras e Povos”, os leitores poderão encontrar um olhar do rouxinol sobre a importância da diplomacia cultural, passagens de humor, de amor, de desventuras, de posicionamento crítico a determinadas políticas de migração.

Isa Pereira explicou que a intenção com este desafio de escrita é de poder contribuir para um maior despontar do cultivo das literacias e do saber.

A mesma fonte espera motivar e inspirar outras mulheres e homens, jovens-adolescentes, adultos, quiçá crianças, a escrever o que lhes vai à alma, partilhar e publicar.

“(…) escrever este livro, ou melhor dizendo, escrever este disco, é mais uma nova forma de continuar a cantar, de respirar as palavras. As melodias saem no silêncio do imaginário ao dedilhar as teclas do computador e a escrita permite-me enaltecer a força e o poder da palavra que, numa só canção ou mesmo num álbum discográfico, não poderiam ser todas ditas”, sublinhou.

A cantora e escritora diz ainda se sentir “muito feliz” por mais esta conquista, pois, a seu ver, escrever um livro faz as pessoas colocarem “asas na criatividade”.

O prefácio e o posfácio da obra “Quando o Rouxinol vence o Touro” foram escritos pela poetisa e escritora luso-angolana Regina Correia, e a escritora cabo-verdiana, ex-ministra da Educação e professora, Ondina Ferreira.

Sob a chancela da Chiado Editora-Portugal, a obra segundo a autora, será lançada “brevemente” na Ilha de Santiago, e posteriormente em todas as ilhas do arquipélago e no exterior.

AM/CP
Inforpress/Fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap