Inclusão Social: Primeira-dama insta pais a aproveitarem início do ano lectivo para desenvolverem novas mentalidades

Cidade da Praia, 07 Set (Inforpress) – A primeira-dama, Débora Carvalho, pediu hoje aos pais que aproveitem este início do ano lectivo para tirarem algum tempo para estarem com os filhos, e assim, poderem desenvolver novas mentalidades e comportamentos de inclusão.

Este apelo foi feito à margem de uma visita que efectuou às instituições que lidam com pessoas com deficiência, nomeadamente, a Associação Cabo-verdiana de Pessoas com Deficiência e a Associação de Promoção e Inclusão das Mulheres com Deficiência, no âmbito das actividades da “Semana da Inclusão”.

O grande objectivo, contou, é sensibilizar os pais, tendo em conta a azáfama do ano escolar em que os mesmos estão a adquirir os materiais escolares, a tirarem algum tempo para estar com as suas crianças, os seus filhos, para que todos possam falar da inclusão.

“Mas acho também que é um bom momento para reflexão juntamente com as crianças, porque como dizem ‘é de pequeno que se torce o pepino’, a pequena infância é um bom momento para nós apresentarmos às nossas crianças, novas condições também dos colegas”, frisou.

Porque, conforme explicou Débora Carvalho, os colegas podem ter necessidades especiais e esta será uma forma de exercitar a solidariedade, além de ser o momento também para os professores refletirem quais as adaptações a serem feitas a nível do sistema do ensino para que essas crianças possam demonstrar todo o seu potencial.

“E sabemos que a escola é o principal meio de socialização, então vamos aproveitar este início de aula para também desenvolver novos comportamentos, e, sobretudo, comportamentos de inclusão, do aceitar a diferença, mas também, de colaborar para a melhoria das condições de vida dessas crianças com necessidades especiais”, declarou.

O calendário do ano lectivo 2022-2023 indica que as aulas começam a 19 de Setembro e vai-se priorizar um quadro normal, propício às aprendizagens e continuar a reduzir as lacunas surgidas decorrentes da crise sanitária.

Esta visita da primeira-dama insere-se no âmbito da “Semana da Inclusão” que promove com o objectivo de chamar a atenção e sensibilizar a sociedade civil cabo-verdiana, ONG, instituições e entidades públicas e privadas nacionais e estrangeiras sobre a problemática da inclusão social em Cabo Verde.

Do programa consta ainda um fórum de inclusão subordinado ao tema “Quem Ama, Cuida e Inclui”, bem como a realização de “Um dia de Inclusão no Palácio do Presidente da República”.

ET/HF

Inforpress/Fim

 

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos