Ilha do Sal: Nelson Évora ostenta sua arte fotográfica durante exposição intitulada “Um país, dez destinos”

Espargos, 08 Nov. (Inforpress) – Nelson Rendall Évora, músico e electricista de profissão ostenta a sua arte fotográfica, durante uma exposição intitulada “Um país, dez destinos” a ter lugar hoje, no Sal, no âmbito das comemorações dos 80 Anos do Aeroporto do Sal.

Manifestando satisfação pela exposição dos seus quadros fotográficos concebidos através de Drone, Nelson Rendall Évora que não se considera um fotógrafo profissional, disse, entretanto que a fotografia é uma “arte apaixonante”.

Assim, o fotógrafo vai presentear os salenses com uma média de 30 quadros panorâmicos, não só paisagens do Sal mas de outras ilhas do país, sobretudo, pontos mais turísticos do arquipélago, que estarão patentes ao público na zona pública do Aeroporto, até o dia 22 deste mês.

Segundo Nelson Rendall que também já expôs em outras ocasiões, esta exposição é mais uma forma de realçar o seu projecto pessoal denominado “Um país vários destinos”, cuja ideia, explicou em declarações à Inforpress, é apresentar fotografias panorâmicas a partir do ar.

“As imagens captadas através de Drone apresentam paisagens extremamente interessantes. Infelizmente não consigo imprimir todas devido ao custo de impressão”, explicou em tom de lamento.

A paixão por fotografia nasceu bem cedo, mas foi na sua juventude que Nelson Rendall Évora começou a captar o quotidiano e as mais belas paisagens da sua ilha natal, Sal, e no arquipélago.

“Um país, dez destinos” faz parte do projeto “Pelos Seus Olhos”, que de Outubro a Dezembro exibe no Aeroporto do Sal três montras de artes plásticas, de artistas/colaboradores que trabalham ligados ao Aeroporto, no âmbito destas celebrações.

Foi no dia 15 de Dezembro de 1939 que o avião SM83 I-AZUR, comandado por Gori Castellani, aterrava na base em Espargos, numa escala da primeira travessia atlântica oficial das então Linhas Aéreas Transcontinentais Italianas (LATI), inaugurando, assim a linha aérea do Sul do atlântico, com um serviço semanal.

Foi então criada uma base na ilha do Sal, denominada Aeroporto dos Espargos.

O leque de actividades comemorativas vai de Outubro a Dezembro, envolvendo toda a comunidade aeroportuária, a ilha do Sal, o sector da aviação civil, e o país no seu todo.

A celebração da efeméride deverá ser marcada com eventos culturais dentro do aeroporto, designadamente exposições de arte, shows, entre outros entretenimentos.

Entretanto, destaca-se do programa comemorativo cujo arranque aconteceu no dia 02 de Outubro, com o lançamento da foto família da comunidade aeroportuária nas redes sociais, a conferência internacional que terá lugar em Dezembro onde deverão ser abordados temas que têm a ver com a importância, a génese do aeroporto do Sal, o seu impacto na ilha, na aviação civil cabo-verdiana e no país.

SC/ZS

Inforpress/Fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap