Ilha do Sal: Guias turísticos participam num curso de reciclagem para aprimorar competências

Santa Maria, 23 Set (Inforpress) – Mais de duas dezenas de guias turísticos, na ilha do Sal, participam num curso de reciclagem para aprimorar as competências dos profissionais no activo, promovido pela Direcção-Geral do Turismo e Transportes (DGTT).

A cerimónia de abertura do “Curso de Reciclagem de Guia de Turismo”, teve lugar na tarde de hoje no Complexo Educativo de Santa Maria, num acto presidido pelo director-geral de Turismo, Francisco Martins, na presença do administrador executivo da Escola de Hotelaria e Turismo de Cabo Verde (EHTCV), Fernando Cruz.

Conforme nota de imprensa, esta formação a título gratuito, justifica-se, porque Cabo Verde já está na rota dos destinos turísticos internacionais e “precisa melhorar” a qualidade dos serviços prestados de forma a garantir a sua competitividade.

“Os guias de turismo são importantes embaixadores do destino, pelo que é primordial disponibilizar instrumentos que lhes permitam exercer a sua prestigiosa profissão da melhor forma possível. Assim, o Governo de Cabo Verde, empenhado na qualificação dos serviços de guia, disponibiliza, de forma gratuita, cursos de formação profissional de nível 2 de Guia de Turismo”, lê-se no documento.

Com uma carga horária de 273 horas, durante 11 semanas, cuja organização e operacionalização está sob a responsabilidade do núcleo da EHTCV, as aulas decorrerão de segunda a sábado, das 18:00 às 22:00, no Complexo Educativo Manuel António Martins (CEMAM) em Santa Maria.

Pretende-se com esta acção formativa reciclar o conhecimento e aprimorar as competências dos profissionais no activo, prioritariamente os que participaram da acção de capacitação organizada pela extinta Autoridade Turística Central (ATC).

A unidade formativa comporta vários módulos, desde Fundamentos do Turismo, História e cultura cabo-verdiana, Geografia dos Recursos Naturais, Desenho de itinerários e preparação do serviço de guia/ Excursões responsáveis.

Ainda, os profissionais da área serão capacitados em Técnicas de acompanhamento e assistência a turistas, Protecção civil e suporte básico de vida, Francês e inglês técnico para serviço de Guia, Comunicação e Expressão Oral em Português, Ética e deontologia profissional, e Educação Ambiental.

No final, os participantes com aproveitamento terão um certificado de nível 2, que, em tempo oportuno, servirá de elemento “indispensável” para a emissão de crachá profissional do Guia de Turismo, por parte da autoridade competente.

SC/CP

Inforpress/Fim

Scroll to Top