• Save

Ilha do Sal: FIR Oceânica teve uma “inversão positiva” de tráfego e volume de negócios – responsável da ASA (c/áudio)

Espargos, 08 Out (Inforpress) – O presidente do conselho de administração da empresa de Aeroportos e Segurança Aérea (ASA) afirmou que a FIR Oceânica do Sal teve uma “inversão positiva” de tráfego e volume de negócios, um crescimento acima dos 14%, durante 2018/2019.

Jorge Benchimol fez essas declarações à Inforpress, no âmbito das celebrações dos 80 anos do primeiro voo comercial para o Sal, a assinalar-se no dia 15 de Dezembro, próximo, tendo a ASA um leque de actividades programadas para marcar a efeméride.

“De uma tendência decrescente de tráfego e de volume de negócios, tivemos uma inversão com um crescimento acima de 14 por cento (%) nos últimos dois anos”, realçou, elucidando que mais de 40 mil aviões por ano são geridos pelo Centro de Controlo do Sal, e que esse volume anual “tem estado a crescer”.

“Mas sobretudo, temos vindo a registar uma maior renumeração por cada sobrevoo. São elementos importantes e que fazem com que, de facto, o nosso volume de negócios na FIR Oceânica tenha registado, nos últimos dois anos, números bastantes expressivos”, reiterou.

“Que nos colocam a níveis que já tivemos no passado, nomeadamente em 2012, que foi o pico, e neste momento voltamos a ter valores semelhantes aos anos 2011/2012”, frisou o responsável.

Tendo isso em linha de conta, Jorge Benchimol considerou que a gestão da FIR Oceânica do Sal é uma das “maiores responsabilidades internacionais”, que Cabo Verde enquanto país tem.

“Nós gerimos um espaço de cerca de um milhão e duzentos mil quilómetros quadrados, e é uma responsabilidade internacional receber e entregar tráfego de todos esses sobrevoos. São sobrevoos, mas também são voos com origem e destino em Cabo Verde”, explicou.

A FIR (região de informação de voo) é um espaço aéreo delimitado verticalmente desde o chão ou nível médio do mar até o ilimitado e lateralmente pelas FIR de Dakar, Canárias e Santa Maria dos Açores.

E, o Centro de Controlo Oceânico do Sal, inaugurado em Junho de 2004, é o “quartel geral” da gestão da Direcção de Navegação Aérea, onde se situa o Centro de Controlo Área/Regional, a Secção de Controlo de Aproximação Radar do TMA da FIR do Sal, o Centro dos Sistemas de Navegação e Telecomunicação, o Centro de Publicação Aeronáuticas, o Notam Office e o Centro de Informação e Comunicação Aeronáutica.

A celebração do 80º aniversário do primeiro voo comercial para o Sal está a ser marcada com eventos culturais dentro do aeroporto, designadamente exposições de arte, shows, entre outras actividades.

Entretanto, destaca-se do programa comemorativo cujo arranque aconteceu na quarta-feira, 02, com o lançamento da foto família da comunidade aeroportuária nas redes sociais, a conferência internacional que terá lugar em Dezembro, onde deverão ser abordados temas que têm a ver com a importância, a génese do aeroporto do Sal, o seu impacto na ilha, na aviação civil cabo-verdiana e no país.

Marcarão presença neste evento, representantes de toda a comunidade da aviação civil e autoridades cabo-verdianas, mas também entidades estrangeiras.

SC/CP

Inforpress/Fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap