Ilha do Sal: Dia dos Namorados com variedade de opções para presentes jantares e show de Denis Graça

Espargos, 13 Fev (Inforpress) – Os restaurantes, hotéis, lojas e casas nocturnas, na ilha do Sal, oferecem uma variedade de opções para assinalar o Dia de São Valentim que se comemora esta sexta-feira, no país e em vários pontos do mundo.

Comemorado em várias paragens, o Dia de São Valentim simboliza um dia especial para a troca de presentes, e programas especiais entre casais e, a ilha do Sal não fica indiferente.

Os restaurante, hotéis, comércios e casas nocturnas oferecem uma variedade de programas e presentes para comemorar este dia.

O hotel Odju d’Água, situado na cidade turística de Santa Maria, brinda os casais com um pacote de “Welcome Drinks”, prato principal e sobremesa.

O Hotel Hilton por sua vez, apostou em dois pacotes, um de 3.500 escudos por pessoa que inclui jantar romântico com música ao vivo e bebidas de boas vindas e, outro de 15.800 escudos por casal que inclui 30 minutos de massagem, 1 hora de relax na área termal, jantar romântico e bebidas de boas vindas.

A empresa de Excursão, No Limits Adventure Cape Verde, também proporcionará uma excursão em catamarã, um pacote de 65 euros por pessoa, com bebidas incluídas.

No ramo do comércio, as lojas apostaram numa variedade de opções para presentes, tais como chocolate, relógios, perfumes e várias outras escolhas para todos os bolsos e gostos.

A Rádio de Cabo Verde vai transmitir das 21:00 à meia-noite o programa romântico denominado “Frequência de Amor“ na praça ‘Skalart’, na cidade dos Espargos, com oferta de brindes, tal com já é hábito.

O artista cabo-verdiano Denis Graça também vai brindar os salenses com um show ao vivo com banda, numa das casas nocturnas da cidade de Espargos, em comemoração aos seus 20 anos de carreira.

Conforme conta a história, há muitas teorias que justificam a origem do dia de São Valentim.

A mais romântica, é que em meados do século III d.C. o Imperador Romano Claudius II proibiu os casamentos, de forma a mobilizar mais soldados para as suas batalhas.

Mas houve um sacerdote, de nome Valentim, que violou o decreto imperial e realizava casamentos em segredo.

Quando foi descoberto, conta a lenda, Valentim foi preso e torturado. Enquanto esteve preso, Valentim terá recebido muitas mensagens de encorajamento e flores daqueles que acreditavam no amor.

Condenado à morte, viria a morrer a 14 de Fevereiro do ano de 269 d.c.

CF/SC//CP

Inforpress/Fim

Scroll to Top