• Save

Guarda Costeira efectuou 49 operações a nível de evacuações médicas em Cabo Verde durante 2019

Porto Novo, 12 Out (Inforpress) – A Guarda Costeira de Cabo Verde efectuou, em 2019, 49 operações via área e marítima quanto a evacuações médicas, tendo ainda, no mesmo período, realizado 75 operações no âmbito de busca e salvamento, nos mares de Cabo Verde.

O comandante da Guarda Costeira, Pedro Santana, que falava, sexta-feira, no Porto Novo, no acto central das comemorações do vigésimo sexto aniversário desta instituição militar, enalteceu ainda a presença desta instituição militar, através dos seus navios de patrulha e da sua guarnição, nas operações de fiscalização da pesca no país, em colaboração com a polícia marítima.

Nesse âmbito, informou este responsável, a Guarda Costeira realizou cerca de mil horas de navegação e 183 abordagens aos barcos de pesca, que resultaram em 51 apreensões de embarcações em actividade ilegal.

Este ramo das Forças Armadas colaborou ainda com a Polícia Judiciária de Cabo Verde no combate ao narcotráfico e à criminalidade em ambiente marítimo, tendo-se registado, também a esse nível, “um número bastante significativo” de operações, avançou Pedro Santana.

Outras actividades que têm marcado a actuação da Guarda Costeira tem a ver com a fiscalização da Zona Económica Exclusiva de Cabo Verde, mas também da Guiné-Bissau, Guiné Conackri e Serra Leoa, isso no apoio ao Comité Regional das Pescas, do qual Cabo Verde faz parte, disse o comandante, enaltecendo ainda a participação desta instituição em exercícios militares no exterior.

Pedro Santana falou ainda da importância do plano de desenvolvimento estratégico da Guarda Costeira, para o período 2017/2027, considerando este instrumento “um passo de gigante e necessário” na vida da instituição, com a implementação de “projectos estruturantes” para o futuro da corporação.

O município do Porto Novo recebeu, durante mais de uma semana, várias actividades enquadradas no programa comemorativo dos 26 anos da Guarda Costeira, cujo acto central foi presidido, esta sexta-feira, pelo ministro da Defesa Nacional, Luís Filipe Tavares.

O edil portonovense, Aníbal Fonseca, realçou o facto de o seu concelho ter sido palco do acto central das comemorações do vigésimo sexto aniversário da Guarda Costeira, actividade de “muito simbolismo” que deixou “orgulhoso” o seu concelho, avançou.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap