• Save

Futebol/Taça de Cabo Verde: Santo Crucifixo elimina Mindelense e segue para as meias-finais (c/áudio)

Ponta do Sol, Ribeira Grande, 01 Mai (Inforpress) – A equipa do Santo Crucifixo venceu hoje a formação do Mindelense por 1-0 em jogo da segunda eliminatória da Taça de Cabo Verde e assegurou a passagem às meias-finais da competição.

O golo que ditou a vitória do Santo Crucifixo aconteceu aos 09 minutos, na sequência de um pontapé de canto apontado por Gogol e com Christopher a desviar a bola para o fundo das redes do guarda-redes Piduca fazendo o 1-0, resultado que não sofreu alteração até ao apito final.

Em declarações à Inforpress no final da partida, o treinador do Santo Crucifixo, Jorge Fonseca, disse que a sua equipa fez “um excelente jogo”, pondo em prática o trabalho táctico desenvolvido pela equipa técnica com vista a “superar o Mindelense”.

“O trabalho que nós fizemos na preparação deste jogo deu certo e a vitória é justa”, constatou Jorge Fonseca, admitindo que a sua equipa “manteve-se equilibrada” e não tem razões para qualquer reclamação da forma como os seus rapazes se posicionaram no campo.

Por seu lado, o treinador do Mindelense Rui Alberto Leite, considerou que o Santo Crucifixo teve “praticamente 100% de eficácia” e garantiu que a sua equipa entrou bem no jogo mas a sua adversária “praticou muito anti-jogo”.

Contudo, o técnico do Mindelense admitiu que não foi por isso que o Mindelense não chegou ao empate.

“Não chegamos ao empate porque a minha equipa não teve tanto querer como devia”, admitiu Rui Alberto Leite, que aproveitou para pedir desculpas aos adeptos do Mindelense pelo resultado desfavorável.

Ficha do Jogo:

Estádio João Serra com muito público.

O trio de arbitragem, que viajou da Boa Vista, foi comandada por Nadir Rocha (arbitro centro), auxiliado por Luís Duarte e Cleidir Lima tendo João Brandão, da região de Santo Antão Norte, como quarto árbitro.

Santo Crucifixo: Ary (guarda-redes), Amunike, Rony, Knetcha, Christopher, Fredson, Robinho, Djone, Lito (Nelson), Niná e Gogol (Latchú).

Suplentes não utilizados: Ménsim, Pilita, Dadata, Guê, Bilau.

Treinador: Jorge Fonseca

Mindelense: Piduca (guarda-redes), Calú, Netcha, Lela, Macalele, Larry (Pelód), Papalele, Lizander (Tubá), Welback, Di Maldini (Pibip) e Bomba.

Suplentes não utilizados: Yuran, Tóród, Ary, Duck.

Treinador: Rui Alberto Leite.


HF/AA

Inforpress/Fim