Futebol/Santiago Sul: Bola pra Frente sagra-se campeã da quinta edição da Liga Stopira em sub-19

Cidade da Praia, 22 Set (Inforpress) – A equipa de Bola pra Frente conquistou hoje a quinta edição da Liga Stopira em futebol sub-19 ao vencer a formação da EPIF por 4-0, em partida da final, realizada no Estádio da Várzea.

Os comandados de Nita Nédio terminaram a primeira parte a vencer por 3-0, com golos de Márcio, Fabrício e Dário.

O resultado final (4-0) foi feito na segunda parte pelo médio Nuco, numa partida que ficou marcada pela expulsão do guarda-redes Oblak (Bola pra Frente) e Nicole (EPIF), depois de trocarem soco.

A final ficou marcada pela entrega de troféus de campeão (Bola pra Frente), e vice-campeão (EPIF), taça fair-play (Esperança), medalhas e prémios individuais como os de melhor jogador (Fabrício – Bola pra Frente), Jogador mais regular (Fucho – Bola para Frente), melhor marcador (Kleiton – Esperança), guarda-redes menos batido, (Oblak – Bola pra Frente) e melhor treinador (Nita Nédio – Bola pra Frente).

A quinta edição da Liga Stopira contou com o concurso de 12 equipas: Atletas de Cristo, Aliança, Escola Djonzinho, São Filipe, EPIF, EFA, Escola Esperança (Calheta São Miguel), Fonton, EFAG, Criolinho, Bola pra Frente e Escola Tropa.

A organização da Liga Stopira homenageou nesta edição o presidente da Federação Cabo-verdiana de Futebol, Mário Semedo, em sinal de reconhecimento pelo “seu grande contributo pelo desenvolvimento do futebol cabo-verdiano”.

A homenagem, segundo a organização, foi também para reconhecer a “postura idónea” com a qual Mário Semedo que vem conduzindo o futebol cabo-verdiano, tanto no plano nacional como internacional.

A quinta edição da Liga Stopira contou com o concurso de 12 equipas: Atletas de Cristo, Aliança, Escola Djonzinho, São Filipe, EPIF, EFA, Escola Esperança (Calheta São Miguel), Fonton, EFAG, Criolinho, Bola pra Frente e Escola Tropa.

As 12 equipas ficaram divididas em três grupos de quatro cada e passaram às meias-finais os três vencedores de cada poule, mais o melhor segundo classificado.

Instituída em 2015, a Liga Stopira tem como mentor o futebolista Barrusco e conta com o patrocínio do internacional cabo-verdiano Yanick Stopira Tavares, actualmente a militar no Videoton da Hungria, que emprestou também o seu nome a esta prova que já conquistou lugar no futebol santiaguense.

OM/AA

Inforpress/Fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap