Futebol: Nô Pintcha vence Benfica (1-0) e apura-se para final da Taça Brava

Nova Sintra, 05 Mar (Inforpress) – A equipa do Nô Pintcha venceu, no Estádio Aquiles D´Oliveira, o Benfica por 1-0, e apurou-se para a final da Taça Brava em futebol, referente à época 2022-2023.

Em jogo a contar para a terceira jornada da prova, o único golo foi apontado por Djewri, no último minuto do tempo regulamentar.

No final da partida, o treinador da equipa da zona piscatória de Furna, Carlinhos Martins, disse que a vitória foi “justa” pelo trabalho efectuado pela equipa dentro do rectângulo do jogo.

Segundo o timoneiro, por o campeonato regional ser uma tarefa “impossível”, a equipa decidiu apostar na Taça, tendo por isso vencido todos os jogos das três jornadas disputadas.

No entanto, aproveitou a oportunidade para anunciar a sua saída, com a justificação de que a equipa passa mais de duas semanas sem treinar, situação que, segundo Carlinhos Martins, está a se tornar insustentável, ” por haver objectivos mas sem compromissos”.

Para o jogo da final da Taça, ” mesmo que já não esteja a orientar a equipa”, disse que, independentemente do adversário, não vai ser fácil, porque o foco e objectivo das equipas finalistas vão ser os mesmos.

Por seu turno, o jogador Delton, do Benfica, realçou que nada ainda se encontra perdido tendo em conta que vão disputar as meias-finais.

Para o atleta, na semana que antecedeu o jogo a equipa não focou nos treinos, “o que foi demonstrado durante os 90 minutos de jogo”.

No segundo jogo do dia, o Morabeza venceu o Corôa por 2-1, garantindo a sua passagem para as meias-finais, agendadas para 26 de Março.

Os golos do Morabeza foram marcados por Keni e Déu, e o único tento do Corô por Tchaliê, na conversão de uma grande penalidade.

Da parte do Morabeza, Ney Lokô parabenizou a equipa pela vitória, sublinhando que os jogos de Taça não têm sido levados com o mesmo empenho pelos seus atletas, sendo por isso, conforme informou, que fazer algumas mudanças na segunda parte para dar a volta ao jogo.

Entretanto, apontou que a equipa vai focar no campeonato regional, onde no próximo fim-de-semana defronta o Nô Pintcha e na semana seguinte o Benfica, para depois voltar a focar nas meias-finais da Taça Brava, ” com o objectivo de chegar à final.

Por seu lado, Hércules Frederico, treinador do Corôa, lamentou o resultado, frisando que.  mesmo considerada uma equipa pequena, demonstraram que dentro do campo todas equipas são iguais.

Segundo a mesma fonte, a equipa treinou duro durante a semana, mesmo com poucos jogadores, mas entrou no campo com cabeça levantada e moral, acusando assim a equipa de arbitragem por favorecer a equipa do Morabeza.

Por agora, evidenciou que o foco vai ser nos três jogos que faltam por disputar no campeonato.

Na classificação da Taça da Brava, o Nô Pintcha, já apurada para a final, lidera com nove pontos, seguido do Benfica e Morabeza com 4 pontos e o Corôa, já foi eliminado, sem nenhum ponto.

Sendo assim, o Nô Pintcha espera na final o vencedor do jogo entre o Benfica e Morabeza, agendado para 23 de Março, referente às meias-finais. A fina da Taça Brava está agendada para o próximo dia 16 de Abril.

Para o próximo final de semana, serão retomados os jogos do campeonato regional com os confrontos Nô Pintcha – Morabeza e Benfica – Corôa.

Os jogos da Taça da Brava estão a ser intercalados com os jogos do campeonato, a ser disputados por quatro das sete equipas federadas, nomeadamente, Benfica, Corôa, Morabeza e Nô Pintcha.

MC/JMV
Inforpress/fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos