• Save

Futebol/Boa Vista: Carlos Lima eleito presidente da Associação Regional de Futebol da Boa Vista

Sal Rei, 28 Set (Inforpress) – Carlos Nascimento Lima é o novo presidente da Associação Regional de Futebol da Boa Vista, numa eleição que lhe conferiu a maioria dos votos dos clubes desportivos da ilha.

O presidente do futebol da ilha foi eleito por cinco votos, contra um voto para a equipa liderada por Benvindo Neves, e um voto em branco. A equipa do Desportivo esteve ausente nesta eleição que aconteceu na sexta-feira, 27.

Em declarações à imprensa após a eleição, Carlos Lima disse que “a sua equipa tem projectos inovadores, e que estão motivados para contribuir e engrandecer o futebol na ilha”, apesar de estarem “cientes dos desafios que esta liderança acarreta”.

Para isso, segundo ele, “reuniu uma boa equipa para a nova direcção”, mostrando-se convicto que “irão ultrapassar os obstáculos e trabalhar para conseguir resultados”.

“Queremos candidatar para que ainda este ano, Boa Vista acolha uma final do campeonato nacional, isto tendo em conta a descentralização dos finais que a federação tem vindo a fazer”, disse a mesma fonte que “acredita haver condições para isso”, o que, ajuntou, “trará motivação para as equipas que terão oportunidade de mostrar qualidade, adicionado à força dos adeptos”.

Ainda sobre acolher campeonatos nacionais na ilha, ambicionam que “Boa Vista venha a acolher um campeonato Inter-ilhas”. Mas já este desafio, Carlos não o projecto para já, projectando “ser um plano para até o final do mandato”, que tem a duração de três anos.

A nova direcção quer apostar no futebol feminino, organizando o campeonato do futebol neste escalão, e a pensar nos escalões iniciados juniores, juvenil, dando continuidade aos campeonatos de juvenis sub-13, sub-15 e sub-17.

Priorizar na capacitação de árbitros dirigentes e jogadores, ajudar na manutenção do Estádio Arsénio Ramos são outras sugestões da nova direcção.

Mais, querem “valorizar e incentivar o futebol dos veteranos”, com futebol de 11 ou de 7 ou ainda futsal. Mas isso, conforme Carlos, “dependerá da organização das equipas”.

Carlos Lima, que foi dirigente por mais de 20 anos no Clube de Sporting da Boa Vista, chamou ainda atenção para “a necessidade de criar segunda divisão”, que, a seu ver, “deixa muita falta para poder introduzir qualidade no futebol”.

Quanto às finanças, garantiu que “vai sempre gerir a associação com gestão financeira clara muito transparente”. Ainda nesta senda económica, quer “fazer com que os empresários venham a financiar o desporto, e o futebol em particular, para garantir sustentabilidade à associação e aos clubes”.

No final, Carlos Lima, presidente da Associação Regional de Futebol da Boa Vista rematou que “antes de tudo espera ter uma boa relação com todos os clubes de futebol”.

A nova direção da Associação Regional de Futebol da Boa Vista é constituída pelo Conselho Fiscal (presidente – Nhelas de Telecom, secretário – Domingos Sambú), o Conselho de Arbitragem (presidente – Vavá de Tchaina, secretário – Ti Piras de Estância de Baixo, vogal – Maget), Conselho de Técnico (presidente Tidjajde, secretário – Zé de Ca Txutxinha, vogal – Ronaldo, treinador de Sal Rei feminino, vogal – António de Setelima).

VD/ZS

Inforpress/Fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap