Fogo: Programa de mitigação do mau ano agrícola nos Mosteiros orçado em cerca de 33 mil contos

São Filipe, 05 Dez (Inforpress) – O programa de atenuação dos efeitos do mau ano agrícola no município dos Mosteiros, submetido no passado mês de Novembro, ao Governo, está orçado em cerca de 33 mil contos e deverá garantir perto de 600 postos de trabalho.

O vereador da Câmara Municipal dos Mosteiros, Jaime Monteiro Júnior, explicou à Inforpress que o programa está estrutura em quatro medidas, nomeadamente a gestão da escassez de água, salvamento do gado, actividades geradoras de rendimento e promoção de empregos nos locais para as famílias mais afectadas.

No eixo escassez de água, adiantou, o plano prevê acções que vão desde o reforço de adopção e distribuição de água dos furos para aumentar a disponibilidade de água para agricultura de regadio, passando pelas ligações domiciliárias a famílias mais carenciadas.

Segundo o autarca, o plano prevê, ainda, aquisição de kits (25) de rega gota a gota para aumentar áreas irrigadas, lançamento de rede de extensão de água em Queimada Guincho e Queimada Trás, reabilitação de chupadoiros nas zonas altas e construção de cisternas no campo para apoiar agricultores e criadores.

Quanto à medida relacionada com salvamento de gado, o programa destaca o desenvolvimento de um plano de recolha de pastos para reforço do sistema de alimentação animal, aquisição e distribuição de rações aos criadores do município e disponibilização de água auto-transportada para abeberamento animal.

As medidas de escassez de água e salvamento do gado tem maior peso no plano e mais de dois terços do orçamento destinam a implementar actividades nestes dois sectores.

Com relação a actividades geradoras de rendimento, o programa prevê a promoção e crédito a actividades geradoras de rendimento, nomeadamente nos domínios de suinicultura, agricultura de regadio e pequenos negócios.

Na promoção de empregos locais para as famílias mais afectadas, a autarquia, através do programa, prevê acções como construção de acessibilidades e caminhos vicinais, abertura e manutenção de estradas nas zonas ainda encravadas, limpeza e manutenção de acessos a portos de pesca de Morro Ilhéu e Praia Cais, de entre outras.

Recorde-se que este ano em toda a extensão do litoral do município dos Mosteiros a produção agrícola foi nula devido a escassez de chuvas e de fraca produção nas intermédias e altas.

JR/JMV

Inforpress/Fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap