Fogo: Casa dos pescadores do porto de Vale dos Cavaleiros será inaugurada no Dia Nacional dos Pescadores – ASDE

São Filipe, 15 Jan (Inforpress) – A casa dos pescadores, em construção no porto de Vale dos Cavaleiros, no quadro do projecto melhoria da actividade e vida dos pescadores do Fogo e Brava, vai ser inaugurada a 05 de Fevereiro, Dia Nacional dos Pescadores.

A informação foi revelada à Inforpress pela administradora geral da Associação Solidariedade e Desenvolvimento (ASDE), Maria da Graça, enquanto entidade promotora do investimento, que tem por finalidade criar as “condições condignas” de vida e de pesca aos pescadores das duas ilhas.

“No dia 05 de Fevereiro, Dia Nacional dos Pescadores, tencionamos inaugurar a casa dos pescadores no Porto de Vale dos Cavaleiros”, disse a responsável da ASDE, indicando que neste momento a obra encontra-se na fase de acabamento.

Por ocasião da inauguração da casa dos pescadores, explicou, está prevista a assinatura de um protocolo, com a Enapor para gestão do cais de pesca, sublinhando que com os dois projectos há esperança que a vida e as condições dos pescadores das ilhas do Fogo e Brava “serão melhores para o futuro”.

Maria da Graça avançou que se está a trabalhar para dinamizar o cais de pesca de modo a ter mais segurança e que os pescadores possam ter melhores condições de pesca, observando que a casa dos pescadores dispõe de espaços para dormida e para confecção das refeições “de forma condigna”, com instalações sanitárias e água, visando resolver as condições sub-humanas que enfrentam neste momento.

Com assinatura do protocolo para a gestão do cais de pesca, avançou serão resolvidos os problemas como a da areia que invade sazonalmente o arrastadouro de botes, explicando que para tal o padre Ottavio Fasano, mentor do projecto, já adquiriu, na Itália, uma máquina que permita retirar areia do cais, que pode ser uma fonte de rendimento para os pescadores.

Isto para além da máquina para ajudar a tirar as embarcações do mar que se encontra na ilha do Fogo desde meados de Julho do ano passado.

“Temos várias ideias para desenvolver a actividade pesqueira e o dia 05de Fevereiro marca o inicio de uma nova vida para os pescadores do Fogo e Brava”, reforçou Maria da Graça, explicando que neste momento está-se na fase de diálogo com as associações de pescas das duas ilhas para criação de uma cooperativa de pesca que vai gerir a casa dos pescadores, as máquinas e o cais de pesca, de modo que os filhos dos pescadores e das peixeiras tenham melhores condições no futuro.

O projecto melhoria da actividade e de vida dos pescadores do Fogo e da Brava é financiado pela ASDE, tem a duração de dois anos e a sua implementação é faseada, sendo que a primeira é apoiar no fortalecimento dos pescadores e a segunda passa pela construção um edifício multifuncional com espaços para guarda dos instrumentos, espaço onde podem dormir, casa de banho, um guindaste para ajudar no arrasto das embarcações de pescas e “casinholas”.

A terceira fase baseia-se na organização das associações em cooperativas com uma serie de actividades que implica a formação, transformação, conservação de pescados, passando pela aquisição de embarcações de maiores dimensões, de oito metros, e devidamente equipados.

JR/AA

Inforpress/Fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap