Expo 2020: Cabo Verde quer mostar o auquipélago ao mundo no Dubai

Cidade da Praia, 10 Fev (Inforpress) – A cerimónia de abertura pública para a participação de Cabo Verde na Expo 2020 Dubai iniciou-se hoje, na Cidade da Praia, momento considerado “precioso e oportuno para a promoção e divulgação da imagem de Cabo Verde”.

Em declarações à imprensa, a comissária-geral de Cabo Verde para a Expo 2020 Dubai, Ana Barber, disse que a participação do país tem como objectivo contribuir para o aprofundamento e diversificação das relações políticas, económicas e culturais com Emirados Árabes Unidos (EAU) e os restantes países.

“A nossa participação é muito ambiciosa. Contamos também fortalecer relações de amizade e cooperação económica. O nosso tema será a mobilidade”, frisou, afirmando que pretende dar uma maior visibilidade, fazer conhecer a riqueza da cultura e da verdadeira alma de Cabo Verde.

Ana Barber disse que o evento será uma oportunidade de Cabo Verde fomentar o intercâmbio educativo, cultural e científico, valorizar o talento nacional, as infra-estruturas materiais e imateriais e outros factores diferenciados, enquanto “um país de uma cultura ímpar e pronto para tomar o seu lugar entre países exemplares do mundo”.

“Para a concretização deste desiderato e dessa forma potenciar a participação de Cabo Verde na Expo 2020 Dubai, vamos desenvolver um conjunto de actividades que contribuam para posicionar Cabo Verde como um país acolhedor e de morabeza, onde se cruzam culturas e se constroem parcerias para o desenvolvimento de novos projectos”, realçou.

Acrescentou que quer demonstrar que Cabo Verde tem todo o potencial para se tornar um “hub” para negócios em África, que pode ter um papel facilitador e de exemplo entre seus pares, que tem uma alma e uma capacidade maior de que sua dimensão geográfica.

A Expo 2020 Dubai terá uma área de 438 hectares, com capacidade para receber 300.000 visitantes por dia, ao sul da cidade de Dubai, perto do aeroporto internacional Al Maktoum e do porto Jebel Ali, numa área designada “Dubai South”, onde o governo dos EAU pretende construir uma nova cidade depois da realização da exposição.

Sob o lema “Conectando Mentes, Criando o Futuro”, as autoridades emirates estimam a participação de 192 países e a presença de 25 milhões de visitantes nesta exposição mundial, 70% dos quais estrangeiros.

CG/SR/JMV

Inforpress/Fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap