Especialistas da África Ocidental avaliam na Libéria progressos nas implementações das Agendas 2030 e 2063

Cidade da Praia, 07 Mai (Inforpress) – O Escritório da África Ocidental da Comissão Económica das Nações Unidas para a África (UNECA) promove em Robertsfield, Libéria, uma reunião de especialistas da África Ocidental para avaliar os progressos nas implementações das Agendas 2030 e 2063.

Os trabalhos, que contam com a parceria do Governo da Libéria, arrancaram esta segunda-feira, 06 de Maio, sob o tema: “Capacidades e Arranjos Institucionais Nacionais para Avaliar o Progresso na Implementação das Agendas 2030 e 2063: Situação da Fraternidade” lugares, desafios e perspectivas na África Ocidental “.

Esta reunião é, segundo um comunicado oficial, realizada n um contexto em que as capacidades dos Estados são muito limitadas, a fim de serem capazes de produzir dados de qualidade a tempo para cobrir todos os indicadores dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e da Agenda 2063.

Conforme a mesma fonte, a União Africana (UA) pretende avaliar a situação e identificar os principais desafios relacionados com as capacidades nacionais de monitoria e avaliação das agendas 2030 e 2063 na África Ocidental.

O evento servirá também como um quadro para a revisão do relatório preliminar produzido pela UNECA, que servirá, em última instância, como uma ferramenta de apoio à decisão para fortalecer as capacidades nacionais para melhor monitorar e avaliar as agendas 2030 e 2063.

Permitirá, conforme a referida nota, aos participantes, incluindo os representantes dos Estados-Membros e de todos os intervenientes no desenvolvimento, partilhar as suas experiências e boas práticas na disponibilização de capacidades técnicas, estatísticas, financeiras e organizacionais necessárias para a monitorização e avaliação dos ODS e 2063.

O objectivo final é monitorar e avaliar melhor o progresso em direcção aos ODS e a realização da Agenda de 2063 na África Ocidental.

Esta reunião de dois dias tomará a forma de sessões plenárias durante as quais os participantes discutirão as principais questões e desafios nacionais relacionados à capacitação dos Estados da África Ocidental para o monitoramento e avaliação de políticas públicas em geral e dos ODS e da Agenda 2063, em particular, incluindo o Processo Nacional de Revisão Voluntária (RVN).

Além da apresentação pela UNECA, dos resultados preliminares do estudo que conduziu, as apresentações e comunicações a serem feitas pelos Estados Membros Também são esperadas organizações intergovernamentais na sub-região, entidades não estatais e instituições de desenvolvimento que operam na África Ocidental.

Representantes das Comunidades Económicas Regionais e Organizações Intergovernamentais da África Ocidental, representantes do sector privado e da sociedade civil, bem como grupos parlamentares activos no domínio do desenvolvimento sustentável na sub-região e mais questões relacionadas ao fortalecimento da capacidade de monitoramento e avaliação de políticas públicas e aos peritos dos ministérios encarregados da produção estatística e monitoramento e avaliação de políticas públicas, com foco nos ODS e na agenda de 2063, estão participando dessa reunião, que termina esta terça-feira, 07 de Maio.

Será dada especial atenção aos países da África Ocidental envolvidos em 2018 e 2019 no processo de Revisão Voluntária Nacional (RVN) para a necessidade de compartilhar experiências e boas práticas.

GSF/JMV

Inforpress/Fim