• Save

Dia de Portugal: Jorge Carlos Fonseca diz que é uma “honra” Cabo Verde receber as comemorações e Rebelo de Sousa considera que os dois países se dão “muito bem” (c/áudio)

Cidade da Praia, 10 Jun (Inforpress) – O Presidente Jorge Carlos Fonseca disse hoje ser uma “honra” que o Estado português tenha escolhido Cabo Verde para assinalar o seu Dia Nacional, enquanto Marcelo Rebelo de Sousa considera que os dois países se dão “muito bem”.

“Isto demonstra que, de facto, há uma grande cumplicidade entre os dois países”, afirmou o Chefe de Estado, destacando a “excelência” do relacionamento entre Cabo Verde e Portugal.

Jorge Carlos Fonseca fez essas considerações à chegada ao país, na companhia do seu homólogo Marcelo Rebelo de Sousa, depois de participar na primeira parte da cerimónia do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas realizada este ano na cidade de Portalegre.

Para Jorge Carlos Fonseca, entre os responsáveis políticos portugueses e cabo-verdianos há uma “grande sintonia” no concernente a “valores essenciais”, bem como a visão têm do mundo.

“Esta é mais uma etapa de um percurso que juntos temos feito ao longo da história, que pode traduzir-se numa coisa muito singela, mas muito simbólica, de termos aqui em Cabo Verde o Chefe de Estado e o primeiro-ministro de Portugal para assinalar o Dia Nacional de Portugal”, indicou Jorge Carlos Fonseca.

Por sua vez, Marcelo Rebelo de Sousa considerou que o 10 de Junho, hoje na Cidade da Praia, e manhã, na cidade do Mindelo (São Vicente) são dias de um “duplo encontro, um encontro de Portugal com as portuguesas e os portugueses da diáspora na pátria irmã de Cabo Verde e ao mesmo tempo um encontro entre Portugal e Cabo Verde”.

“Onde existe um cabo-verdiano, existe um português e onde existe um português, existe um cabo-verdiano. E é assim há muito e muito tempo”, enfatizou o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa, para quem foi uma “honra receber o Presidente da República de Cabo Verde, de manhã, em Portalegre e as Forças Armadas de Cabo Verde”.

Para o Chefe de Estado português, entre os dois países há uma “convergência de princípios e de valores”.

“Nós damo-nos muito bem”, concluiu Marcelo Rebelo de Sousa, que classificou de “encontro de irmãos” a comemoração do 10 de Junho em Cabo Verde.

Rebelo de Sousa inaugurou esta noite o parque desportivo da Escola Portuguesa de Cabo Verde, no bairro do Palmarejo, seguido de um encontro com a comunidade portuguesa residente na capital. Além de Jorge Carlos Fonseca, estiveram também os primeiros-ministros de Cabo Verde e de Portugal, respectivamente, Ulisses Correia e Silva e António Costa.

Na terça-feira, as comitivas presidenciais dos dois países deslocam-se a São Vicente para darem continuidade à comemoração do Dia de Portugal.


LC/CP

Inforpress/Fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap