Declaração da Praia do GPA de Tuberculose clama por acção coordenada para erradicar tuberculose em 2030

Cidade da Praia, 06 Ago (Inforpress) – A “Declaração da Praia”, do Grupo Parlamentar Africano de Tuberculose, considera que a visão do ODS’2030 para erradicar a tuberculose só pode ser alcançada mediante uma acção colaborativa e coordenada entre nações com assumpção das parcelas das metas globais.

Nesta sua declaração, os parlamentares africanos, que se encontram reunidos desde segunda-feira, 04, na Assembleia Nacional, nesta III Cimeira Parlamentar Africana sobre Tuberculose, reafirmam que o “sucesso da Reunião de Alto Nível será determinado pelo cumprimento dos compromissos” virados para mudanças significativas para as pessoas afectadas pela Tuberculose (TB) em todo o mundo.

O Grupo Parlamentar Africano (GPA) de Tuberculose (TB) ressalva a importância desta acção concertada no quadro da visão dos objectivos dos ODS, endossada a todos os Chefes de Estado, e reafirmada na Declaração Política da Reunião de Alto Nível da ONU sobre TB, como sendo essencial para acabar com a tuberculose.

Desafia a todos os parlamentares do continente a agir rapidamente para demonstrar a sua determinação em cumprir plenamente os compromissos dos Chefes de Estados, pois reconhecem que, enquanto representantes dos povos africanos, têm um papel importante na responsabilização dos governos pelas promessas.

Nesta perspectiva, compromete-se em construir iniciativas políticas sustentáveis, apartidárias e politicas nos parlamentos nacionais com o fito de impulsionar vontade política sustentável para esta enfermidade e assegurar que tais iniciativas funcionem em colaboração com a sociedade civil de entre outras partes.

Pretende o GPA de TB adoptar uma abordagem harmonizada para dar resposta a doença, à medida que a região africana se responsabilize mutuamente pelo cumprimento e realização das metas da Reunião de Alto Nível para cada país e reconhecer a importância da pesquisa e desenvolvimento de forma a dar uma resposta acelerada a TB para atingir as metas dos ODS.

Consta ainda desta declaração de intenção, advogar pelo aumento dos recursos internos para uma resposta de TB totalmente financiada em cada um dos países e reconhecer o compromisso dos Estados membros da União Africana no aumento do financiamento da saúde para 15% do orçamento nacional anual.

SR/CP

Inforpress/Fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap