CPLP: Dívida dos estados-membros para com o IILP é de 620 mil euros – director executivo (c/áudio)

Cidade da Praia, 16 Jan (Inforpress) – O director executivo do Instituto Internacional de Língua Portuguesa (IILP), Incanha Intumbo, revelou hoje à Inforpress que a dívida dos estados-membros para com esta instituição é de 620 mil euros, cerca de 64 mil contos.

“O que é divido ao IILp dava para dois orçamentos, isso quer dizer que a dívida é grande, estamos a falar de valores de perto de 620 mil euros “, disse em entrevista à Inforpress.

Incanha Intumbo, que está à frente desta instituição há um ano, disse que “não está à-vontade para desenvolver os projectos em carteira” e “nem para abraçar novos desafios” devido ao não pagamento das contribuições financeiras por parte dos países membros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

“Temos países que nunca pagaram as quotas, temos países que tem as quotas em dia, têm países que estão em dívidas, mas que tem demonstrado muita vontade de trabalhar com o IILP”, disse, fazendo referência a Cabo Verde, que segundo disse, apesar de ter “dividazinha”, fez um “esforço enorme” para financiar a 100 por cento (%) a remodelação da sede do IILP, na Cidade de Praia.

Questionado sobre o montante da dívida de Cabo Verde, Incanha Intumbo disse apenas que o Governo informou que o montante já está orçamentado para este ano e que “se tudo correr bem vão ter boas notícias” por parte de Cabo Verde.

Sem revelar os países que continuam a dever à organização, o director executivo do IILP apelou ao cumprimento das obrigações por parte dos estados-membros para garantir o funcionamento desta instituição, que conta com um orçamento de 310 mil euros, cerca de 32 mil contos.

“Sintam-se motivados a contribuir financeiramente (…) para que as actividades do IILP possam ser desenvolvidas, porque precisamos de fundos para contratar técnicos que vão trabalhar nas actividades específicas”, apelou.

Incanha Intumbo recordou que esta instituição, por via da presidência cabo-verdiana ‘pro tempore’ da CPLP, e por via da do secretariado executivo da CPLP e outros meios, fez este mesmo apelo, uma vez que é “extremamente importante” que os estados-membros actualizem as suas contribuições.

Actualmente, sublinhou, a instituição tem estado a funcionar graças às reservas das contribuições anteriores.

O Instituto Internacional da Língua Portuguesa  (IILP) é uma instituição da CPLP com sede na Cidade da Praia.

ntegram a CPLP Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tome e Príncipe e Timor-Leste.

O IILP tem como objectivos fundamentais a promoção, a defesa, o enriquecimento e a difusão da língua portuguesa como veículo de cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização oficial em fóruns internacionais.

AM/AA

Inforpress/Fim

Scroll to Top
Share via
Copy link
Powered by Social Snap