Covid-19/Santo Antão: Deputados do PAICV defendem reabertura da linha marítima com São Vicente

Porto Novo, 03 Mai (Inforpress) – Os deputados do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), eleitos por Santo Antão, defendem, actualmente, a reabertura da linha marítima com São Vicente, encerrada em finais de Março, para se evitar a propagação de covid-19.

O deputado Odailson Bandeira diz ser “de opinião de que, com as devidas precauções, o Governo deve abrir as viagens” entre Santo  Antão e São Vicente, já  que “o sustento de muita gente depende deste canal”.

Para  este parlamentar, não se pode falar “no regresso à  normalidade” em Santo Antão, mantendo “a interdição das viagens de passageiros entre essas duas ilhas gémeas”.

“De nada adianta Santo Antão (felizmente ainda sem casos positivos da covid-19), sair do estado de emergência e continuar bloqueada, sem ligações marítimas com a vizinha ilha de São Vicente (também já saiu do estado de emergência), no que concerne ao transporte de passageiros”, notou Odailson Bandeira.

Para este deputado da Nação, “a  economia de Santo Antão, o ganho pão e o dia-a-dia dos santantonenes, dependem, grandemente, destas ligações diárias” com São Vicente.

Por outro lado, adiantou, há muitas pessoas de Santo Antão, que se deslocaram para fazer consultas médicas e outros fins em São Vicente, que estão retidas na ilha vizinha “com grandes dificuldades de sustento e com os seus filhos abandonados há 40 dias”.

“Portanto, respeitando  as devidas precauções, o Governo deve abrir as viagens entre Santo Antão e São Vicente porque o sustento de muita gente depende deste canal”, concluiu.

Também, o deputado do PAICV eleito pelo círculo de Santo Antão Carlos Delgado referiu-se à situação dos condutores e vendedeiras ambulantes, que fizeram do canal Santo  Antão/ São Vicente “o seu principal modo de vida” e defende, mesmo que de “forma controlada”, a retoma das ligações entre as duas ilhas.

No caso de São  Vicente, este parlamentar acredita que “a situação está controlada” pelo que “aconselha-se alguma ponderação no sentido de se levantar algumas restrições, nomeadamente a retoma da ligação entre São Vicente e Santo Antão.

Isso, segundo Carlos Delgado,  “de modo a permitir algum movimento, ainda que de forma controlada, entre essas duas ilhas” a partir deste início do mês de Maio.

JM/CP

Inforpress/Fim

Scroll to Top