Covid-19/Porto Novo: Unidades hoteleiras apostam na diversificação da oferta para manter-se em funcionamento

Porto Novo, 23 Mai (Inforpress) – Os empreendimentos turísticos no município do Porto Novo, em Santo Antão, depois da reaberta da linha marítima com São Vicente, a partir de 11 de Maio, tentam reerguer-se, apostando na diversificação da oferta de serviços.

É caso do hotel Santo Antão art Resort, na cidade do Porto Novo, a maior unidade hoteleira deste concelho, que, depois de dois meses encerrado, anunciou a reabertura das portas, apostando, sobretudo, em actividades de lazer, à semelhança da Kaza de Kriol Hotel, em Ribeira das Patas.

A reabertura da linha marítima entre São Vicente e Santo Antão trouxe “algum alento” ao sector de restauração neste município, onde vários empreendimentos, mesmo com dificuldades, tentam manter-se em funcionamento, segundo os operadores, que continuam a alertar para o “impacto extremamente negativo” que a pandemia de covid-19 está a ter no turismo local.

No Tarrafal de Monte Trigo, as unidades turísticas continuam ainda sem previsão para retomar as actividades, como é o caso da residencial Vista Tarrafal.

Segundo os operadores locais, “sem turismo”, não se pode, para já, “fazer qualquer previsão” quando à reabertura das unidades.

JM/AA

Inforpress/Fim

Scroll to Top